sexta-feira, 18 de setembro de 2009

pontes

quando estava pesquisando sobre meu roteiro da viagem das últimas férias, lembrei do filme 'três vezes amor' (definitely maybe), ambientado em nova iorque, em que a personagem de abigail breslin (a pequena miss sunshine) abordava a questão de que 35 pessoas pulam da ponte do brooklyn por ano, a maioria por 'broken heart', ou seja, coração partido.

eu estive nessa ponte, que liga o brooklyn à ilha de manhattan. é uma ponte alta, bonita, imponente e clássica. são quase 2km de extensão levando pedestres por cima e carros por baixo. é a mais famosa e a mais antiga da ilha. percorri caminhando e papeando com um amigo, a pé, para vermos a famosa silhueta (skyline) dos edifícios de manhattan.

fico pensando por que tem gente que acha que vale a pena pular de uma ponte por causa de alguém que quebrou seu coração. a pessoa vai continuar na dela, talvez sofra por algum tempo, mas depois a tendência é que siga em frente, afinal a morte é uma coisa com a qual a gente se acostuma (mesmo que seja forçado). e você se ferrou, acabou com tua vida por causa de alguém que nem merecia isso.

tem tanta gente por aí, interessante, bonita e você vai se matar por alguém que te fez mal? acho que nesse caso era melhor chamar a pessoa pra passear na ponte contigo e então empurrá-la lá de cima! hehe (brincadeira)

nosso coração continua batendo mesmo sofrendo e o mundo continua rodando. nada muda, nada para enquanto você se recupera. ao invés de pular da ponte, que é um elemento de conexão, por que não continuar caminhando? quem sabe o que te espera do outro lado?


pretérito perfeito: ainda no chile, brincando na neve

28 comentários:

  1. Adorei o que escreveu e penso da mesma maneira. Penso que nossa vida é mais valiosa do que realmente temos consciência. Nenhum outro ser humano vale o que somos, pensamos e acreditamos. Cada segundo é importantíssimo para ser vivido. Passei por várias situações em que questionava se tudo o que estava acontecendo valeria a pena um dia. Resposta: cada lágrima de dor representou para mim uma lição de vida e uma bagagem que só pertence a mim e aprendi muito com isso. Grande escola. O sofrimento faz parte da vida, assim como a alegria. Resta a cada um de nós saber como usar essas ferramentas tão valiosas em nosso favor, por mais que pareça impossível.

    ResponderExcluir
  2. Você tem toda razão. Estou lendo "O vendedor de sonhos". Recomendo muito pra quem ainda não leu. É um livro muito interessante. Mas mencionei o livro porque, entre outros assuntos, ele fala sobre o suicídio. Em um trecho diz assim: "Você sabia que o suicídio é a condenação mais injusta? Porque quem se mata executa contra si mesmo uma sentença fatal sem ao menos se dar o direito de defesa." Deveríamos deixar de ser tão egoístas... por que achar que a morte é a solução se não sabemos o que existe além da vida? E por que achar que alguém seria merecedor disso? Com certeza prefiro contemplar a vista da ponte, apesar de só poder admirá-la pela foto... Enfim, gostei muito do seu post, do seu blog. Tchau! =)

    ResponderExcluir
  3. Concordo com você, a nossa vida é mais valiosa do que qualquer outro bem que podemos possuir, então acabar com ela por causa de terceiros, não vale a pena...
    Gostei de mais do fim, o que será que nos espera do outro lado da ponte?? Muito bom mesmo.!

    Abração e bom fim de semana!

    ResponderExcluir
  4. Eu acredito que algumas coisas terminam para outras começarem... novas experiências, novas alegrias, novos amores!!! É claro que do outro lado da ponte sempre terão surpresas muito agradáveis.
    Existe muita gente maravilhosa nesse mundo!
    Sempre existe algo novo para aprendermos, algo novo e muito gostoso para saborearmos! A vida é bela!

    Linda ponte!
    Beijos e ótimo fim de semana!!

    ResponderExcluir
  5. Concordo contigo. É complicado entregar a nossa vida assim de bandeja na mão de outra pessoa, que nem bem nos faz.
    Somos capazes de tantas coisas!

    Beijos e bom final de semana!

    ResponderExcluir
  6. é verdade, a vida continua, e ela é muito preciosa pra ser jogada fora assim !
    Um abraço !

    ResponderExcluir
  7. Olá, conheci seu blog através da Liciane, gostei muito de seus textos. Voltarei.
    Um grande abraço

    ResponderExcluir
  8. Tem selo pra vc lá no desventuras. Esteja a vontade pra passar la quando puder.
    um abraço !

    ResponderExcluir
  9. Olá Amigo!

    Parabéns pelo blog e pelas reflexões.

    A vida é mesmo mto preciosa é tão fácil ser feliz, precisamos ser mais simples, menos exigentes rs.
    Nós é que complicamos muito, qquer problema nos estressam e já nos fazem questionar a vida. Vivemos aprisionados dentro de nossas mentes que nos julgam e criticam o tempo todo.

    bjos

    ResponderExcluir
  10. Amei o post!
    Realmente a ponte é uma conexão!
    E devemos deixar que ela (como nossa vida), obedeça ao que se propõe!
    Acho besteira dar tanto valor a quem não nos deu!
    Quem me chateia eu deixo ir ainda mais rápido pra eu seguir em frente o quanto antes!
    A gente tem que se valorizar e valorizar a vida!
    Sempre tem coisa boa por vir!
    Adorei!
    Beijo!

    ResponderExcluir
  11. Muito bom isso:' quem sabe o que te espera do outro lado?'
    Pois é, quem sabe?! Melhor mesmo é enfrentar a vida seguir adiante, ou seguir a ponte, e confiar!
    Querido, boa semana pra vc!!

    ResponderExcluir
  12. Não teria a menor chance de eu pular de uma ponte ou qualquer ato semelhante por uma pessoa. Acredito piamente que ao cair temos que levantar com forças em dobro. Sofrer faz parte, chorar faz parte, mas dar a vida por alguém que acabou de te largar não faz parte.

    Você está sumido, sinto falto de seus comentários lá no Blog.

    Abraços

    ResponderExcluir
  13. Putz cara concordo com vc escreveu, pois essas pessoas que tiram a vida não tem Deus dentro de si, com certeza não vale se matar por causa de ninguém...Pois as pessoas tem sofrido muito nesse mundo por falta de Deus dentro si.
    Grande férias que tiraste amigão...
    Um abraço.

    Jorge Cerqueira
    http://jmaratona.blogspot.com

    ResponderExcluir
  14. Eu gostaria de estar lá só para fotografar. Belo texto! Abraço

    ResponderExcluir
  15. se matar por amor não vale a pena...aliás, se matar nunca é um negócio!

    Mas essa coisa de dor de amor passa...pode demorar mas uma hora passa...

    "Não há mal que pra sempre dure e nem bem que nunca se acabe"

    Beijão

    ResponderExcluir
  16. Belo texto, principalmente a reflexão que colocou nele...

    Eu sabia que a música era especial, era mais no estilo para "pegar no teu pé"...

    Eu era fã da Xuxa, apartir de um caso, passei meio que odia-la...

    Hah, bons treinos para a corrida, ok?

    Fique com Deus, menino Railer.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  17. Adorei o texto e concordo plenamente!!! Tenho amigas que já pensaram em simplesmente não pertencer mais a esse mundo por causa de uma pessoa, graças a Deus conseguiram sair deste pensamento e ver que não vale a pena, porque depois da ponte, pode existir uma história melhor!! bjs e ótima semana

    ResponderExcluir
  18. Ninguem pode tirar a própria vida por causa de uma frustração, afinal, haverão tantas.... e tantas coisas boas tb!

    Se algo não deu certo, é preciso superar, entender, refletir...mas é muita covardia, abandonar tudo, por não suportar uma dor!

    Mas... nem todo mundo pensa assim!
    Uma pena! Vidas perdidas por desamor!Desamor próprio
    bj

    ResponderExcluir
  19. Sempre iremos perder..e ganhar...a vida é assim nem sempre se ganha....
    os obstaculos sao grandes e o mundo evolui tao rapidamente´...é vivermos um dia de cada vez...

    seguindo com fe..sempre tera como final feliz...ou bem acabado...

    abraço

    ResponderExcluir
  20. Brigadão pela visita Railer! Um abraço !!!

    ResponderExcluir
  21. Vai ser interessante um post sobre as dificuldades de participação e leitura. Acredito que temos que será um post de grande valia.

    Forte abraço

    ResponderExcluir
  22. Muito Bom o Blog

    A Revista Antimatéria te acompanha.

    http://revistaantimateria.blogspot.com

    ResponderExcluir
  23. Meu lindooooooooo!!!!!!!!
    Como eu fiquei feliz com o seu recado... Muito fofo! Definitivamente, você é uma pessoa especial que veio para este mundo fazer os outros felizes!

    Penso todos os dias em escrever algo no blog, mas depois fico pensando "isso vai interessar a quem???" e acabo desistindo.
    Mas tenho acompanhado suas postagens quase que diariamente.

    Quanto ao que você falou sobre a ponte, lembro da primeira vez que ouvi uma música da Daniela Mercury onde ela falava "Eu pulo do alto da torre só por você..." e pensei "a pessoa que faz uma idiotice dessa por causa de amor, merece morrer mesmo. Questão de seleção natural!" Ha ha ha!!!!!!! Mas a ideia de jogar o responsável pelo coração partido da ponte também é ótima!!!!! Ha ha ha!!!!! Adorei!
    Enfim, mais uma vez, concordo com você!

    Beijão e obrigada por sentir a minha falta!

    PS: eu simplesmente amei o vídeo que você fez pra sua irmã!!!

    ResponderExcluir
  24. Nesse caso não é falta de amor do alheio, e sim falta de amor próprio. Acho que ninguém nesse planeta de meu Deus merece que alguém pule de uma ponte por sua causa, seja qual for o motivo. E se o motivo for paixão, realmente, com quase 7 bilhões de pessoas, por causa de uma acabar com tudo!

    Tem coisas que não me são fáceis compreender!

    Abração....

    ResponderExcluir
  25. Railler, como está?
    Realmente, não sei pq essas as pessoas logo após o término de um relacionamento, onde estão com o "coração destroçado" decidem acabar com saus vidas. Como vc mesmo disse, vc morre e a pessoa continua viva, seguindo em frente.
    É burrice fazer isso, mas nem todas são agraciados com a inteligência.
    Então, as mães tomam as decisões das quais acham certas naquele momento, mas boa parte, querem ficar controlando, decidindo sua vida sempre, não permite que vc amadureceça e tome suas próprias decisões.
    Sobre as desilusões, infelizmente ninguém está imune, mas temos que superar e seguir nossas vidas. Caso ñ tenha dado certo com uma pessoa, na próxima quem sabe dê.
    Sobre síndrome do patinho feio, eu superei, provei para as pessoas que eu podia ser mais e principalmente para mim mesmo, que é o mais importante.
    Desculpa o livro, sou meio tagarela, daí quando eu me empolgo já viu o resultado, rsrs.

    Abraços
    :)

    ResponderExcluir
  26. Muito legal a maneira que abordou o assunto...
    Penso exatamente como vc, mas vai entender a mente humana??
    Abraço!

    ResponderExcluir
  27. bela reflexão! é isso mesmo, ninguém merece a nossa morte! Se as pessoas tivessem a consciência do que significa de fato um suicídio, não pensariam nem na possibilidade. Quando a pessoa chega ao ponto de querer acabar com sua própria vida para "machucar" o coração de quem lhe fez sofrer, é porque não há mais respeito por si só, quanto mais amor próprio. Mais uma vez, parabéns pelo post! Abraço!

    ResponderExcluir

não será permitido nenhum tipo de discriminação nos comentários assim como nenhum tipo de ofensa ao autor ou aos visitantes. obrigado!

postagens relacionadas