sábado, 28 de maio de 2011

comportamento no elevador

mostrei o vídeo abaixo para meus colegas no trabalho e resolvemos fazer o teste. foi engraçado e impressionante ver como as pessoas podem ser sugestionadas pelo comportamento da maioria. mesmo tentando manter sua individualidade e resistir à pressão do grupo, as pessoas primeiro se mostram inquietas, sem saber muito bem o que fazer e depois acabam cedendo.

e isso não acontece só no elevador, mas em vários outros ambientes. por exemplo, se você prestar atenção enquanto espera o semáforo ficar vermelho, vai ver que muitas pessoas não olham pro sinal e sim para os carros, na tentativa de não ter que esperar o sinal abrir.

assim, quando alguém começa a atravessar a rua porque acha que vai dar pra fazer isso, a maioria segue influenciada e nem olha pra ver se o sinal fechou, até se dar conta que os carros continuam vindo e não vão parar.

algum outro exemplo?

13 comentários:

  1. Maria vai com as outras hehehe.

    Muito bacana este vídeo, realmente a pressão do grupo nos faz sair do lugar.

    Um exemplo bacana é quando uma de seus amigos para de beber e estimula, indiretamente, os outros a pararem. Realmente funciona.

    ResponderExcluir
  2. Elevador é realmente o ambiente onde todo mundo quer ser invisível, né?

    ResponderExcluir
  3. Experimente ir ao teatro assistir uma peça bem ruim e do nada começa a aplaudir pra ver o que acontece, eu já vi fazerem e a peça foi um sucesso naquele dia.

    ResponderExcluir
  4. Não sei porque é assim, mas pior que é assim mesmo hahaha.

    Vou até procurar dar uma lida sobre o assunto.

    ResponderExcluir
  5. eu ri muito vendo o vídeo...rs

    e realmente vc tem razão, eu mesma olho para os carros e raramente espero o sinal ficar verde para o pedestre para atravessar... Oo

    hahaha

    Beijão

    ResponderExcluir
  6. Hahaha! Bastante interessante o vídeo.

    Acho que é o comportamento que as pessoas têm quando elas não tem um comportamento ou ideia fixa sobre alguma coisa específica. O comportamento no elevador pode ser uma espécie de "etiqueta" - e como sabemos, não existem muitas regras de etiqueta sobre como portar-se no elevador by Glória Kalil.

    Talvez a pressão provocada pelo grupo (creio eu, veementemente) estimule também os preconceitos. Se uma sociedade ou um grupo familiar tem um determinado preconceito em comum, seja ele qual for, os indivíduos mais novos como adolescentes e crianças, estão mais suscetíveis a seguir esse pensamento, justamente por não saberem como se portar diante dele. O mesmo vale para outros hábitos e tradições.

    ResponderExcluir
  7. Hoje tem BLOGAGEM COLETIVA SOBRE AMOR E/OU FAMILIA!

    Explicações, selinhos, etc e tal lá no Diário! E não esqueça de deixar o seu link pra gente, se participar, pra podermos divulgar!

    http://diariodos3mosqueteiros.blogspot.com/2011/05/blogagem-coletiva-dia-da-familia-ou-dia.html

    Bjos e bençãos.
    Mirys

    ResponderExcluir
  8. engraçado ne, sera que eu tb ja nao fiz isso ????rssss bjs

    ResponderExcluir
  9. kkkkk
    mto engraçado... mas eu nao sigo... rs
    ja fiquei sozinho virado de frente pras pessoas
    mas eram aqueles elevadores q abrem dum lado pra entrar e do outro pra sair... será q tem alguma diferença?
    rs
    abraços Railer

    ResponderExcluir
  10. O ser humano realmente precisa ser estudado. Impressionante.

    ResponderExcluir
  11. ri demais com isso.

    pior é quando a gte tá sozinho no elevador...

    ResponderExcluir
  12. uma observação muito bem feita. ao mesmo tempo que procuramos destacar-nos dos outros, tentamos sempre enquadrar-nos no contexto social em que estamos inseridos. Vou fazer o teste no meu prédio xD

    ResponderExcluir

não será permitido nenhum tipo de discriminação nos comentários assim como nenhum tipo de ofensa ao autor ou aos visitantes. obrigado!

postagens relacionadas