quarta-feira, 21 de outubro de 2009

o poder das palavras

ouvi alguém dizer uma vez que 'um elogio pode levar alguém mais longe do que se imagina'. mas o contrário também é válido. qualquer tipo de desencorajamento pode ter sérias consequências, a qualquer um, causando inclusive danos morais.

críticas construtivas são sempre bem vindas e é preciso saber ouvir e refletir a respeito. será que o que o outro está dizendo não poderia ser verdade? vale a pena dedicar um tempo a isso. já a outra crítica, a destrutiva, chega acabando com a alegria de qualquer um, normalmente atacando algum defeito, pois elas têm o dom de serem certeiras e irem direto a nosso calo.

lembrei de um triste exemplo de como a palavra ela tem um poder muito forte. em 1989, durante uma competição de ginástica olímpica, uma árbitra falou para a ginasta americana christy henrich, de 17 anos, que ela estava muito gorda e que precisava perder peso. ela então começou a emagrecer e morreu por distúrbios alimentares, em 1994, com 22 anos e apenas 28 quilos. como será que essa árbitra se sentiu quando soube que suas palavras tiveram esse efeito?

cuidado com o que você diz/escreve em relação a alguma pessoa. temos que ficar atentos pois brincadeirinhas que às vezes parecem inofensivas ou bobas pra gente, podem ofender ou humilhar o outro.

dizem que a gente critica nos outros os defeitos que a gente mesmo tem. é duro aceitar isso, mas se você analisar não é mentira. com o tempo a gente vai crescendo (pelo menos algumas pessoas) e deveria aprender que 'se você não tem nada de bom para falar de alguém, então pelo menos não fale nada'.

faça elogios - sinceros - sempre. já elogiou alguém hoje?
e se você pensa algo bonito e construtivo sobre alguém, tá esperando o que pra falar?

25 comentários:

  1. Nos importamos demais com o que os outros acham, esse é o problema.
    Se elogiam é prq somos bons, se não elogiam é prq não somos bons.
    Nos baseamos nos olhos alheios.

    Me incomoda um pouco receber elogios.
    Mas, acabo cedendo.

    ResponderExcluir
  2. Concordo plenamente. Criticar sem fundamentos é sempre muito fácil, difícil mesmo é aceitar as críticas, mesmo que sejam elogios.

    Texto muito bem escrito.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  3. Halei

    Você será o primeiro a ser elogiado por mim hoje, pelo belo trabalho que vem desenvolvendo no seu Blog, pelo seu carater implicito em seus textos e por eu poder participar disso tudo.
    Um excelente dia e que possamos somente abrir nossas bocas para proferir boas palavras.

    Aparece sumido.

    ResponderExcluir
  4. com certeza a palavra tem poder! Lembro-me quando me preparava para o vestibular, minha mãe dizia que se eu não estudasse, nunca seria capaz de passar para uma universidade pública e acabaria sendo um profissional medíocre, no sentido de médio mesmo. Fiquei tão triste na época que me senti incapaz, mas ao mesmo tempo me deu forças para estudar ainda mais. No final consegui passar para uma publica e depois me senti o máximo, rs. É a velha história de que é muito fácil criticar do que ser criticado. abs

    ResponderExcluir
  5. É incrivel o poder de derrubar alguem com simples palavras...

    Mas tb temos que ver o outro lado... pq a opinião do outro me afeta tanto? Pq preciso tanto dessa aprovação?

    Talvez acreditar mais em vc, diminua as reações diante das palavras..

    bj

    ResponderExcluir
  6. Adorei o post!!!
    Concordo com tudo!
    Se é pra falar mal então é melhor ficar quieto.

    Tadinha da ginasta.

    Eu me preocupo horrores pra não magoar ninguém. É incrível como existem pessoas insensíveis.

    Beijos!!

    ResponderExcluir
  7. Eu costumo me preocupar com o que falam de mim. Me abala, às vezes. Concordo totalmente com você com relação às críticas, construtivas e destrutivas.
    Bjos!

    P.S.: Já arrumei a lista de blogs no meu blog, tá? :)

    ResponderExcluir
  8. Railer meu amigo, desculpe pela pequena troca de nome, é a pressa.
    Estou pintando a casa e tive que desligar o PC, então entro rápido no trabalho entre um relatório e uma reunião, porque tem pessoas aqui, como você que gosto de estar me comunicando e lendo.
    Gosto de trocar idéias contigo e de seus comentários, estou inclusive pesquisando sobre se aqueles poemas são mesmo de Sheakespeare mesmo, conforme seu comentário no post anterior.

    ResponderExcluir
  9. Adorei o seu post... é isso mesmo, tem umas pessoas que são criticos de plantão, vivem pra fazer criticas e muitas delas são somente destrutivas. Horrível gente assim.

    Beijao pra vc e boa prova no domingo!!!
    Estou com saudades doo Rio, que inveja de vc!

    ResponderExcluir
  10. Adorei o post!
    Aprendi que se você quer que seu filho fique burro, é muito fácil... É só chamá-lo todos os dias de burro!

    Palavras têm poder!

    Beijo e um ótimo final de semana!

    ResponderExcluir
  11. Morri de rir do seu comentário sobre minha ovelha no meu blog. kkkk
    Vc tá precisando de férias meu amigo, tem ficado irritado fácil.kkkk
    Tem como tirar o som, eu mesma nem percebo que ela está ali.
    Agora sobre os elogios eu sempre elogio. Tem gente que acha até estranho, por exemplo dia desses fui no gerente do supermercado elogiar o atendimento do funcionário sem ele saber. Se fosse reclamação não iria? coisa boa tem que falar também.
    beijos

    ResponderExcluir
  12. A palavra tem poder.
    Seu blog é muito bom brother.
    Massa mesmo, gostei lá das ''Coisas do México também''
    Sempre que puder passa lá no todacabecatemvento que tem coisa nova e vamo fazendo esse intercâmbio de visitas e leituras interessantes.
    Abraços

    ResponderExcluir
  13. Concordooo com vc... mas fiquei na parte do elogio...
    Digo isso pq tive um professor (meu mestre e exemplo!), que me elogiava qndo eu realmente me esforçava e sempre criticava qndo algo não estava bom... e eu fazia de tudo pra mostrar pra ele que eu pudia ser melhor...
    Eu me superei!

    Vim retribuir uma visita que a muito tempo ja devia ter feito...
    to seguindo, tá?

    ;D

    ResponderExcluir
  14. Cara , eu só deixo de comentar o post quando eu realmente não tenho tempo . Foi o que aconteceu da última vez ! Espero que não leve a mal . Eu acho que críticas negativas são sempre bem-vindas , desde que não sejam ofensivas . Na vida é tão importante falar quanto escutar . A gente precisa direcionar o que escutamos para um ladoi positivo .

    Abraços .

    ResponderExcluir
  15. Cara, não concordo muito com seu texto não. Acho que só quem se deixa levar pela opinião alheia é quem não tem personalidade...

    Abração

    ResponderExcluir
  16. ooi (:
    valeu por comentar no meu blog.
    gostei daqui.
    to seguindo ok ? :D
    me segue ?
    abraços

    ResponderExcluir
  17. Gostei do texto...
    Sincero.. verdadeiro...
    Alias, gostei do blog todo...
    Tô seguindo, ok;;;
    Bom fds pra ti..
    Bjo carinhoso
    =)

    ResponderExcluir
  18. Realmente nossas palavras tem muito poder.

    Poder para ofender, magoar, humilhar, e claro, abençoar.

    Perfeito post

    abraço

    ResponderExcluir
  19. Oi Railer, tudo bem?
    Eu já abordei esse tema em meu blog, e realmente as palavras possuem um poder enorme.
    Elas tanto podem lhe levantar como derrubar.
    Temos que ter sabedoria e usá-las de forma sábia.

    Abraço
    :)

    ResponderExcluir
  20. Cara, é algo meio complicado, pois também cabe a pessoa filtrar o que as pessoas dizem, porque quando uma pessoa só te critica (sem dar solução para os teus problemas) será que vale a pena ter esta pessoa como amiga?

    Fique com Deus, menino Railer.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  21. É como diz um ditado "Trate os defeitos dos outros com a mesma consideração que você lida com os seus", ou seja, temos que pensar antes de sair falando mal dos outros. Palavras são realmente muito poderosas.

    abraço man

    ResponderExcluir
  22. Sempre tive problema com a comunicação e, só agora, com mais idade, estou aprendendo a lidar com a situação. Desde pequeno as pessoas me combravam pelo excesso de timidez, acanhamento... Não gostava de falar, de interagir, de socializar o que me rendeu muita observação, em relação à tudo. Cresci, o mundo exigia mais de mim, as pessoas queriam mais. Me dei mais. Ultrapassei a barreira da timidez porém de forma agressiva, desvairada, destemperada e fui logo para o outro extremo: a sinceridade. Isso também me causou muito problemas. Ser sincero demais pode ser prejudicial. Sabe a história da meia mentira? É quase por aí. As pessoas merecem nossa sinceridade mas, será que estão preparadas para ouví-las? Cabe à nós filtrar as informações e repassar. Trabalho com pessoas de todos os tipos psicológicos possíveis e, admito, sou o pior deles. Faço críticas o tempo inteiro e espero que as pessoas larguem o medo e passem a usar isso à meu favor também. Mas não acontece. As pessoas acostumaram com meu jeito e se sentem confortáveis com minhas críticas. O problema é que eu nao me sinto confortável em fazê-las. Me sinto como o grande avaliador e sei que sou o mais avaliado ao mesmo tempo. Às vezes brinco sem pensar, falo sem medir as palavras e já magoei muita gente, gente que amei e amo muito. Acredite, me sinto pior do que a própria pessoa que recebeu a crítica. Desde então, aprendi que o mais forte não é quem erra menos e sim o que admite todos os erros que comete. Não sou perfeito nisso mas procuro andar neste caminho. Palavras machucam muito, agridem mais do que fisicamente, são flechas lançadas, não voltam atrás. Hoje, antes de falar, procuro refletir e ser o mais justo o possível. Procuro me colocar no lugar de meu interlocutor e imaginar se, ao escutar as minhas palavras, me sentiria confortável ao ouví-las. Em vista disso, nunca deixei de falar nada mas meu discurso é completamente diferente. Isso não me torna um ser humano exemplar. Me torna um ser humano que tem sentimentos e espera que os outros seres humanos me tratem como tal. Deve partir de cada um de nós.

    ResponderExcluir
  23. Esqueci de falar o principal: Críticas são extremamente importantes assim como o elogio. Faça um teste: ao passar pelo caixa do supermercado ou afins, aquela pessoa que te atente, "quase inexistente", não espera de vc mais nada além do que seu cartão ou dinheiro. Faça um elogio à essa pessoa. Diga a ela o quão simpática e eficiente ela é. Teste. É tão bom e bonito ver uma pessoa se descobrir como 'pessoa'!!! Outro dia aconteceu isso comigo e a moça que me atendeu me disse: "Moço, qdo voltar no mês que vem para fazer compras, venha no meu caixa, por favor?" Me senti o ser humano mais feliz da face da Terra. Acredite, vale a pena, muito!

    ResponderExcluir

não será permitido nenhum tipo de discriminação nos comentários assim como nenhum tipo de ofensa ao autor ou aos visitantes. obrigado!

postagens relacionadas