sábado, 23 de maio de 2009

sucolé

lá em minas eu conhecia como chup-chup ou laranjinha e aqui no rio conheci como sacolé ou sucolé. o que importa é que todos têm como base um saquinho de plástico congelado com suco ou poupa de fruta dentro. alguns levam água, outros leite, mas todos têm seu valor e são conhecidos desde nossa infância.

lembro que eu era pequeno e a vizinha da minha avó vendia chup-chup em dois sabores um tanto diferentes: abacate e banana. por incrível que possa parecer, ambos eram muito bons e cremosos, sem ficar aquele pedaço de gelo quando você saboreia. só nunca entendi como ela fazia para a fruta não escurecer, como acontece quando a gente faz vitamina e demora a tomar.

aqui no rio existem muitos à venda, mas, disparado, o melhor de todos é o sucolé do claudinho, vendido na praia (ipanema e leblon). são diferenciados pois não levam água, são cremosos e têm sabores bem variados.

na areia tem muitos ambulantes, mas os que trazem qualidade e sabem atender bem, como o claudinho e sua equipe, conquistam a simpatia da galera. eles chegam a vender mais de 5 mil unidades num dia de sol.

pra quem não conhece, fica a dica pra curtir ainda mais a praia.

pretérito perfeito: por um estado laico

11 comentários:

  1. Ahahahahah, eu conheço esse sorvete. Morei no Rio de Janeiro e uma coisa muito legal que acontece na praia que frequentamos anos e anos, é que nos tornamos conhecidos e também conhecemos, e há muita coisa boa na praia e em tudo que há nela...

    Grande abraço, beijos CON

    ResponderExcluir
  2. Olaá Amigo ... de fato algumas coisas se tornam nossas preferidas ... aqui em sampa tem a galera do amendoim ... que ganha a vida com o caos do trânsito ... é o melhor de todos ... e a equipe fica ali na RADIAL LESTE ... alias muito diferente das lindas praias do Rio ...

    Abraços e Sucesso Sempre Amigo !!!

    ResponderExcluir
  3. famoso chup-chup da infancia em ipatinga...e o picolé da Mauri(feito no copo com palito) lembra? o saudades!
    bjs

    ResponderExcluir
  4. Minha avo vendia, na casa dela...

    (...)

    Ah, sim, para o lance da ponte na capa do single do A-ha, veja isso:

    http://ahafancafe.proboards.com/index.cgi?action=display&board=specialguests&thread=2459&page=1

    O Morten depois disse o nome em uma entrevista oral, mas eu não encontrei o link de novo para te mandar...

    ResponderExcluir
  5. que isso! tem até site esse chupchup! ta doido... mas parece ser muito bom, só a polpa da fruta..

    mais um item sendo vendido nas praias do rio.. chá, biscoito..

    ResponderExcluir
  6. Quem não lembra disso!!
    Vc realmente nos faz viajar no tempo e relembrar coisas...
    Abraço!!

    ResponderExcluir
  7. Não acho sacolé uma prática mt higiênica! Deste q passou pela minha mente q eu ñ fazia idéia de quem manuseou o saquinho nunca mais provei, aliás, fato: não curto mt comer nd na rua q ñ seja industrializado! Seilá, depois se nem sabe aonde pegou a desinteria! hauahauhauha

    ResponderExcluir
  8. isso tem sabor de infância com certeza! No prédio da minha avó (onde passava todas as minhas férias) sempre tinha uma vizinha que vendia. Eu acho q já provei esse da praia, e sempre peço o de chocolate! Muito bom! abs

    ResponderExcluir
  9. Aqui na Bahia esse é o famoso Geladinho.
    Não é corriqueiro sua comercialização nas praias, nas praias apenas os veteraníssimos picolés.
    Os geladinhos baianos, acompanham a crise mundial, porém, sua crise é muito mais antiga.
    Os geladinhos sempre são rotulados como não higienizados....etc etc..
    Normal passarmos em bairros populares e vermos nas portas das casas VENDE-SE GELADINHO, lá sim vejo que as pessoas realmente ainda saboreiam Geladinho.
    Na minha infância era muito Geladinho aqui no meu condôminio, lembro de pelo menos umas 3 vendedoras e lembro também, que eu mesmo fazia por vezes com os amigos para arrecadarmos dinheiro para execução de alguma traquinagem.
    Em suma, Geladinho na Bahia saiu de moda, como a Bahia e o Nordeste em geral tem a péssima mania (não que as ''coisas'' sulistas sejam péssimas, pelo contrário....me refiro ao ato de imitar manias ou atos de outras regiões) de ''pegar'' as modas do sudeste e empurrar a cultura nosdestina de lado, pode ser que os Geladinhos voltem a fazer parte do verão baiano, essa mania até que seria bem vinda!
    Legal o texto brother!
    Abraços.

    ResponderExcluir
  10. a acentuação está horrível, espero que dê pra compreender. rsrsrsrs
    abraços !

    ResponderExcluir
  11. Lá em Fortaleza (onde passava férias na casa da minha vó)é chamado de din-din! Eu adorava!
    Acredita que eu nem sei como as pessoas aqui de Brasília chamam? Não vejo muito por aqui...
    Beijão!

    ResponderExcluir

não será permitido nenhum tipo de discriminação nos comentários assim como nenhum tipo de ofensa ao autor ou aos visitantes. obrigado!

postagens relacionadas