segunda-feira, 4 de maio de 2009

refrigerante da família

final de semana de feriado e muita gente deve ter se reunido com a família. almoço de domingo sempre tem refrigerante e, aposto, lá estava ele na ponta da mesa esperando sua vez de participar.

estive relembrando minha infância e como o refrigerante de 1 litro, no almoço de domingo, representava o 'refrigerante da família'. essa quantidade, numa garrafa de vidro, era suficiente para minha mãe, meu pai, minha irmã, eu e convidados que eventualmente se juntavam a nós. cada um tinha seu copo 'americano' e ficava satisfeito.

hoje em dia 1 litro de refrigerante parece pouco. as embalagens cresceram e o marketing ajudou a nos fazer acreditar que agora a família precisa beber pelo menos 2 litros! se a família for um pouquinho maior, 2,5 litros!

o filme documentário de 2004, 'super size me - a dieta do palhaço', falava disso, sobre como as empresas induzem um consumo exagerado, além do necessário, criando um padrão nada legal para a saúde. 'super size' é a expressão em inglês para o famoso 'deseja aumentar o tamanho da sua refeição por apenas tantos centavos?'

até no cinema isso acontece. lembro que eu fiquei impressionado quando fui assistir a um filme na época em que morei no méxico ano passado (histórias aqui). o menor tamanho da pipoca eu não conseguiria comer sozinho e o refrigerante em copo tinha apenas duas opções: 700mL ou 1 litro. isso mesmo, copo de 1 litro!

nesse ritmo, aonde vamos parar?

19 comentários:

  1. Nossa verdade...o refirgerante sempre está presente...tava lendo aqui o seu post e lembrando das fotos de natal, festas familiares e afins...a garrfa sempre tá fazendo pose nas fotos...hauahuaauh =p
    Marketing...cada vez aumentam mais as garrafas de refri...

    beijinhos

    ResponderExcluir
  2. BOM...ACREDITO QUE PARAREMOS NO ENDOCRINOLOGISTA OU NUTRICIONISTA/NUTRÓLOGA!!
    TÁ NA HORA DE TODOS PARAREM DE "ESTÓRIAS PRA BOI DORMIR" E RECUSAR O QUE NÃO PRESTA. SIMPLES ASSIM!!
    40% DO POVO BRASILEIRO ESTÁ ACIMA DO PESO!

    ResponderExcluir
  3. Eu também me lembro dessa época que 1 litro era suficiente para toda a família. Aqui em BH no cinemark já temos os copos de 1 litro e já estamos acostumados a comprar os pets de 3 litros também.

    ResponderExcluir
  4. isso eh sinal de mudanca e ''evolucao'' da industria alimenticia. atualmente tem muitos alimentos industrializados, com isso a populacao vai mudando seus habitos alimentares. as pessoas devem voltar seus olhares paras as feiras livres, sacoloes, alimentos mais naturais, assim podem aproveitar o almoco de domingo para fazer um bom suco natural. NAO DAH MUITO TRABALHO.

    ResponderExcluir
  5. Seremos obesos. Aliás, já somos. Maior parte do povo brasileiro está acima do peso.


    ;*

    ResponderExcluir
  6. É mesmo né? Observação a sua maravilhosa.... Já tinha tido um sininho na minha cabeça, mas não me tocado com isso. Sempre pensei e comparei o refrigerante com a água e há um tempo, nem faz tanto assim, a água era mais cara que o refrigerante. Na época que meus filhos iam para o Colégio, comiam até beira de mesa, etc... Hoje estão com 25 e 26 anos.

    Comprava refri de porrada, mesmo porque, eu era viciadaça em coca-cola.

    Tinha no passado, a coisa também de se tomar refrigerante só no final de semana, era um luxo! Talvez nossos pais tivesses certos naquela época e sem querer, acertavam... Luxo refrigerante??? Não era bem isso, era uma guloseima, como é até hoje.

    E talvez por essa razão, como tinha menos, dividíamos mais... heheheh Vai saber, né?

    Muito louco tudo isso. Mas vc tem razão.

    Hoje em dia as pessoas também são muuuuitas... E entra nisso tudo o que vc bem disse sobre o marketing, etc...

    Qto a sua pergunta final,,, onde vamos parar com isso??? Sei não! Acredito que faltará tudo para todos hehehehe E daí recomeço pra todos nós... Ao menos aqueles que por aqui estiverem...

    bjus lindo!

    CON

    ResponderExcluir
  7. Eu sei, eu sei, eu sei! Todos gordos e diabéticos! E com depressão tbm claro! Ingrediente principal da dieta dos otários!

    ResponderExcluir
  8. Ai.. que post ótemo!!! Sabe, tudo bem que eu não sou referência pra ninguém, porque sou completamente neurótica com comida. sou regradíssima! mas as pessoas entram numa ideia de o único prazer que elas podem ter é com comida e bebida.( e o resto????)
    É tanto fast food, batata frita, com muuuuito refrigerante, claro.
    É dificil pra algumas pessoas acreditarem que eu odeio McDonald´s, incluside as batatas fritas ( não como ha anos) e refrigerante...é muito raro. Sempre o zero.

    ResponderExcluir
  9. É meu querido... Você como sempre faz as observações importantes. O MT acaba conosco, e sem percebermos embarcamos. Um dos combates a obesidade diz que devemos comprar tudo pequeno, mesmo com preço do maior sendo mais atrativo, porque na verdad, comemos com os olhos... Enfim, assim caminha a humanidade

    ResponderExcluir
  10. É...talvez por isso tbm, hoje exista tanto divórcio.A cama cresceu para Super King!!

    Adoro seus escritos.

    Abraço*

    ResponderExcluir
  11. ah, refrigerante...estava muito viciada em coca zero e parei de tomar tem 2 meses, a abstinencia ta brava mas to conseguindo me livrar dessa porqueira( palavra de vovó Hilda)...agora tem coisas q ja acostumamos a comer e beber coca geladinha...
    tudo no equilibrio é bom...
    bjs

    ResponderExcluir
  12. Cara... prefiro nem pensar!
    POis oi, adoroooo comer!
    Hushauhsauhsauhsauh
    COnsumista mesmo...

    Bem bacana seu canto, gostei de te ler.

    Um beijO

    ResponderExcluir
  13. Querido Railer,
    vc já viu a notícia de que a coca cola está voltando com a coca de 1litro retornável(vidro)? Eu achei essa história muito boa...claro que já nos desacostumamos a guardar cascos em casa, mas que dá uma lembrança gostosa de antigamente qd tínhamos os cascos em casa...Ah, e aqueles cascos pequenos de fanta uva, grapette, mineirinho. Ai ai...
    Mas, bem que tenho evitado tomar refrigerantes! rs rs
    Beijos

    ResponderExcluir
  14. huhuhu
    aqui ainda temos o costume de tomar o famoso cocão...
    mas achei um exagero o cinema do mexico...
    nossa!

    bjbjbjbjbj

    ResponderExcluir
  15. Realmente a cultura da América do Norte da coca a qualquer custo invade o Brasil!
    Antigamente era assim, e aqui em casa eu ainda tento só colocar refri na mesa no fim de semana, e também não exagerar na dose!
    Agora, que iria gostar de copo de um litro seria o Toninho, né?!
    Do copo de 700 ele já é adepto!
    hahaha
    Beijo!

    ResponderExcluir
  16. Oi Figura!!
    Meu, bem lembrado do refrigerante da familia...isso acontecia com a minha familia tbém...
    Legal
    Abraço!!

    ResponderExcluir
  17. Railer, tem razão. Hoje tudo é com muito exageiro e isso não é bom para nossa saude. Beijos, mamae

    ResponderExcluir
  18. Cara, de duas opções, com certeza uma desta:

    1 - o mundo esgotado com as nações se digladiando pelo final dos estoque de recursos naturais,

    2 - Colonizaremos os mundos do nossos sistemas solar atrás de minerais que não são mais encontrado na Terra.

    Bem, não preciso que nenhuma das opções são muito "alegres"...

    Fique com Deus, menino Railer.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  19. Nossa refrigerante em casa em minha infância só no domingo mesmo rsrs eita saudades daquele tempo,em minha casa não compramos refrigerante tomar só em festas e olhe lá.
    Bjs

    ResponderExcluir

não será permitido nenhum tipo de discriminação nos comentários assim como nenhum tipo de ofensa ao autor ou aos visitantes. obrigado!

postagens relacionadas