domingo, 20 de janeiro de 2008

pipas no céu

no ano passado comentei sobre o filme 'o caçador de pipas' e sobre como eu tinha me interessado pela história do livro.

recentemente assisti ao filme e confesso que gostei, apesar de achar que algumas coisas importantes ficaram de fora. enfim, é difícil um filme baseado em livro ser fiel a ponto de agradar a todos, pois os ritmos são diferentes e o mesmo vale pra riqueza de detalhes.

faltou o lábio neporino cujo dono vai ganhar uma cirurgia de presente de aniversário para que ele possa sorrir... também faltou o soco inglês de metal, arma que significava medo...

além disso, podiam ter explorado mais como algo não resolvido do passado atormentou tanto um garoto, mesmo depois de grande... e o final aconteceu muito rápido e fácil, quando mais sofrimento e perda de confiança aconteceriam.

por outro lado, a fotografia é belíssima, a trilha sonora também e destaco as tomadas da câmera acompanhando as pipas no céu. é uma coisa maravilhosa, com velocidade e o inconfundível barulho do papel farfalhando ao vento (lembrou infância...).

os atores são muito bons e aspectos que não estão no livro só vieram contribuir para a beleza das cenas:
por exemplo, quando um personagem lê uma carta e acontece um acidente que deixa caírem no chão lembranças de um fato marcante...
a triste realidade de crianças correndo e brincando num orfanato, mesmo com muletas...
a alegria de um casamento...
a dor no olhar e nos passos de uma criança sacrificada por sua amizade...

independente de qualquer coisa, o filme cumpre sua missão. a mensagem está ali: amizade, redenção e perdão. mostrando como a gente não pode mudar algo que fez, mas pode fazer algo melhor pra tentar corrigir nossos erros.

sempre há uma chance de ser bom de novo.

3 comentários:

  1. Belas palavras.
    Ainda não vi o filme, :-(
    Mas pude voar nas asas de suas palavras. Principalmente nestas:

    "por exemplo, quando um personagem lê uma carta e acontece um acidente que deixa caírem no chão lembranças de um fato marcante...
    a triste realidade de crianças correndo e brincando num orfanato, mesmo com muletas...
    a alegria de um casamento...
    a dor no olhar e nos passos de uma criança sacrificada por sua amizade..."

    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Com certeza um dos filmes mais esperados.
    Ainda não assisti, mas vou fazer o mais rápido possível.
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Acho incrível como um livro pode completar um filme e vice-versa. Como você descreveu, algumas coisas do livro faltaram no filme, assim como imagens belíssimas do filmem não podem ser narradas no livro, porque, por mais que o autor detalhe momentos emocionantes, a emoção nos olhos daqueles meninos é impressionante. Realmente acertaram na escolha dos atores mirins, principalmente. Poucos filmes são tão fieis aos seus livros. Geralmente na adaptação se perde muita coisa. Mas este filme conseguiu ser muito fiel. Parabéns pelo texto.
    ps: obrigado por adicionar o rascunhopassadoalimpo a sua lista. Farei o mesmo. gosto muito do seu blog. Pena que tenho pouco tempo para ler todos os textos.

    ResponderExcluir

não será permitido nenhum tipo de discriminação nos comentários assim como nenhum tipo de ofensa ao autor ou aos visitantes. obrigado!

postagens relacionadas