sexta-feira, 18 de janeiro de 2008

p.s. eu te amo

quando termina a vida de alguém de quem a gente ama, o que é preciso pra seguir adiante?

baseado no romance da irlandesa cecelia ahern, esta é a história de holly (hillary swank, vencedora do oscar por 'menina de ouro' e 'meninos não choram'), uma mulher de 30 e poucos anos que fica viúva e sem ânimo nem forças de continuar sua vida. só que de repente ela começa a receber cartas de gerry, seu falecido marido (gerard butler, de '300'), com tarefas para mostrar que a vida continua e tentar ajudá-la a aliviar sua dor. além de auxiliar também no dilema entre manter-se presa ao passado ou seguir em frente e ser feliz. as cartas vão aparecendo dos jeitos mais inesperados e sempre são assinadas com 'p.s. eu te amo'.

mais do que uma comédia romântica, eu diria que esse filme é um drama romântico com toques cômicos. uma história que emociona e que nos faz vivenciar de perto todas suas emoções da protagonista, inclusive em seus momentos de solidão e tristeza e em flashbacks que contam sobre o relacionamento com o marido. quem já teve que lidar com a morte de alguém de quem gostava sabe como realmente fica um vazio no peito e, neste filme, as lembranças da personagem nos fazem sentir um pouco seu sofrimento.

não é um filme pra baixo, mas um filme que fala de perseverança. e deve ser visto com olhares positivos no sentido de mostrar que pode ser bom a gente sentir a presença de uma pessoa amada (neste caso por cartas), mesmo tendo de enfrentar o fato de que ela se foi.

a fotografia é linda, principalmente as locações feitas na irlanda, onde parte da história acontece. além disso, a trilha sonora é muito bonita e as músicas ajudam a dar o tom certo a cada momento. 'love you 'till the end', do the pogues, na cena do karaokê é belíssima. e o cantor james blunt aparece nos créditos com a música 'same mistake' (... me dê uma razão, mas não me dê escolhas, para que eu não cometa os mesmos erros de novo...).

no elenco também estão a excelente kathy bates, de 'misery - louca obsessão' (oscar de melhor atriz) e 'titanic', e lisa kudrow, de 'friends' (num papel que não tem como não associar à sua personagem phoebe).

um filme bonito, demorado (130 min), mas que vale a pena pois deixa uma boa sensação de que a vida é cheia de descobertas e a gente tem que ir atrás delas, aprendendo sempre, mesmo que seja com a morte.



'p.s.' vem do latim 'post scriptum', que significa 'escrito depois'.

6 comentários:

  1. Adorei a critica !!

    Esse filme é lindo. Eu adorei !!!

    Chorei e ri em diversas partes do filme.
    O filme realmente consegue transmitir um pouco da dor que deve se sentir qdo perdemos alguém querido e importante, nesses momentos o filme emociona e é triste, mas em outros é muito fofo e divertido.

    Tb adorei ver a Hillary Schwank nesse papel bem diferente de "Menina de Ouro" e '"eninos não choram", em "PS.: Eu Te Amo" ela está feminina e delicada.
    Ela é ótima né !?


    Bjs, Ana Paula

    ResponderExcluir
  2. Puxa, parece lindo mesmo, Railer!
    Acho que vou gostar.
    Sua descrição do filme está fazendo-o tornar-se sedutor.
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. fiquei com vontade de assistir...

    ResponderExcluir
  4. Eu quero muito assistir
    Até meu irmão que não curte muito filmes estilo "comédia romantica" me recomendou...
    Mas quando programei de assistir com meu namorado no cinema, ele não a minima...
    :(

    ResponderExcluir
  5. pelo trailer deve ser muito bom. ambientação na Irlanda ajuda demais o clima do filme, aquilo lá é muito lindo. ótima dica, abraço

    ResponderExcluir

não será permitido nenhum tipo de discriminação nos comentários assim como nenhum tipo de ofensa ao autor ou aos visitantes. obrigado!

postagens relacionadas