sexta-feira, 17 de abril de 2009

minhas fitas k7

outro dia mexendo no meu armário achei uma caixa velha cheia de fitas k7. caramba, que saudade... eu fui vendo as marcas (basf, tdk, sony...), todas com as músicas escritas na capa de acrílico (sou bem organizado), 'lado a' e 'lado b'.

fiquei lembrando de como era bom ouvir as fitas. de como eu gostava de gravar músicas da rádio e ficava puto quando o locutor falava alguma coisa no meio! a rádio ficava tocando e assim que começava a música tinha que correr e apertar o 'rec' e o 'play' juntos! hehe

e quando a fita embolava? uma das utilidades da caneta bic era ser enfiada no buraco da fita pra ajudar a puxar a cinta de volta outra vez. e tinha que ser certinho pra tocar direito.

lembro também da alegria quando surgiu o aparelho com espaço de duas fitas, pra gravar de uma pra outra. era o máximo! quem diria que encontrar uma velha caixa iria me trazer tantas memórias.

o engraçado é que penso o que passará na cabeça da minha afilhada, que tem quase cinco anos hoje, quando um dia ela vir essa caixa. será que vai entender o que é? vou guardar uma pra mostrar pra ela depois, assim como um disquete, uma fita de vídeo vhs... pensando bem, melhor levá-la em algum museu quando ela crescer.

15 comentários:

  1. Railer, nos somos privilegiados. Nos vamos poder dizer às crianças, quando tivermos 40-50 anos, que nos assistimos às transições fita K7 => CD ; fita de video => DVD ; disquette => clé USB ; walkman => mp3 player etc etc etc. Você ja compreendeu - quem tiver lido meus posts ja compreendeu - eu sou um "cientista" atipico, refratario ao excesso de tecnologia. Todas essas coisas me deixam paradoxalmente saudoso. Acho que é porque, apesar de tudo, elas fazem parte de um mundo que era mais inocente (ou seria apenas eu que era mais inocente naquela época?).

    ResponderExcluir
  2. Ihhh meu amigo eu também peguei essa fitas cassetes, inclusive lá em casa tem uma caixa de sapato cheia... que saudades mesmo...eu também ficava puto da vida, quanto no meio de uma música maravilhosa, de repente o safado do locutor falava alguma coisa é mole...rsss.
    Realmente a tecnologia hj em dia está em alta...agora o ruim que inventaram essa toda tecnologia e por enquanto não podemos gravar aqueles programas ou música que gostamos pois os aparelhos que gravam estão caros demais...
    Bom final de semana.

    JORGE

    ResponderExcluir
  3. Rs.
    Ai, ai, como é bom relembrar.. Felizmente também tive o prazer de ter discos de vinil e fitas k7.
    As minhas fitas não sei onde estão, devo ter jogado fora. Mas, os discos de vinil. Tenho-os ainda em casa. Mesmo não podendo mais escuta-los já que as radiolas tbm deixaram de existir. rs
    Adorava ver o disco girando.. ;)

    Bons tempos.. bezitos, amore.

    ResponderExcluir
  4. eu ficava com muita raiva da galaxia fm que colocava as vinhetas no inicio das musicas, quando eu tava gravando as fitinhas no meu microsystem...hahahaha!

    ResponderExcluir
  5. Eu também tenho uma caixa dessas devidamente escondida numa caixa, não desfaço delas nem em caso de enxente. Também adorava gravar os programas, na verdade eu era o DJ das festinhas pré-adolescentes, passava madrugadas acordado gravando musicas lentas pra poder dançar com as gatinhas..rs. Minha sobrinha tem 13 anos e a primeira vez que ela viu um LP foi engraçado. Eu nunca havia me dado conta que ela não conhecia o bolachão, então numa daquelas arrumações que fazemos de vez em quando, desencaixotei meus discos. Ela olhou curiosa, perguntou o que era e ficou sem entender, aí coloquei no toca-disco e mostrei pra ela como funcionava. A cara de espanto dela foi muito engraçada, deve ter sido parecida com a minha na primeira vez que vi um CD na casa de um tio nos anos 80 ainda.

    ResponderExcluir
  6. railer, e quando aparece a voz de um primo no meio da gravação... muitos risos...
    nossos pais são os atores principais desta evolução tão rápida do mundo nos últimos, acho que 40 anos.
    a gente comia maçã só quando estava doente e ela vinha embrulhadinha uma a uma em um papel roxo fininho, é impressionante!

    ResponderExcluir
  7. Parceiro, me recordo quando ganhei meu primeiro walkman que gravava cara! Puts... eu gastava uma grana com pilhas que voce nao tem noção! Aí fiz um rolo, comprei um 3do que era um video game que rodava CD, liguei no sonzinho e fazia a festa!
    Bons tempos!

    ResponderExcluir
  8. Nosaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa...ainda tem um monte de fitas K7s aqui em casa..mas estão todas guardadas sem utilidade...nem sei se ainda tem algum rádio aqui que toca essas fitas...mas tenho ótimas recordações delas...hehehe minha infância inteirinha ao som delas...ótimooooooo

    beijokasssssssssss

    ResponderExcluir
  9. Uma vez o Vovô Titino me pediu para gravar um LP para ele, e lá em casa tinha uma radiola e um gravador portatil. Era colocar o LP para tocar e rec/play no gravador. Gravava tudo, a música, os carros, passarinhos, alguém falando por perto e ainda corria o risco do Vovô chegar e falar, "turi-turi-tura". Nossa, isto tem muito tempo...

    ResponderExcluir
  10. Veja vc, já estou me sentindo a pessoa mais livre do mundo. Logo eu que tenho zilhões de "tranqueiras", caixa disso, coleção de botoes antigos, etc etc...Já não tenho mais fitas K7, me livrei delas!!!
    Mas, ainda tenho muito vinil! Quando vou a Friburgo coloco na minha vitrola, uma delícia.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  11. Cara boas lembranças vc acabou de me dar! hahaha... Eu também curtia muito ficar ali do lado do aparelho de som apertando rec pra grava! Acho que não só vc, como todos que já fizeram isso detestava quando o locutor falava no meio da música ou até no inicio atrapalhando a introdução! Muito bom o posT! Abraço.

    ResponderExcluir
  12. Nossa railer! essa agora foi do fundo do baú msm! =P

    ResponderExcluir
  13. Eu também amava gravas fitas, apesar de passar raiva muitas vezes!
    E que padrinho dedicado!
    Benza Deus! :)
    Saudades, primo!
    Beijo!

    ResponderExcluir
  14. Cara e os disquestes de 5 polegadas, alguém lembra deles?

    Ou melhor alguém tem algum deles?

    Não pensou em transformar as suas fitas k7 em uma midia mais atual (como o cd)?

    Fique com Deus, menino Railer.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  15. Afh! Que saudade!
    Das fitas com "as melhores".
    O tempo passa. Deixa muita coisa boa para trás ainda bem é que surgem coisas e legais também.

    ResponderExcluir

não será permitido nenhum tipo de discriminação nos comentários assim como nenhum tipo de ofensa ao autor ou aos visitantes. obrigado!

postagens relacionadas