domingo, 23 de fevereiro de 2014

ela



ela, também indicado ao oscar, vem contar a história de um homem (joaquin phoenix, em ótima atuação) que se apaixona pelo seu sistema operacional do computador. 

ele vai personificando a máquina e ela aprendendo, dada a complexidade da inteligência artificial. 

assim, muitas discussões filosóficas vão acontecer e também muita análise, muita mesmo, zero ação.

é um filme bem parado, onde os limites da insanidade vão ser colocados à prova, numa sociedade onde muitos buscam uma companhia e a carência faz com que até mesmo um celular seja algo que preencha esse vazio.

deu sono.

4 comentários:

  1. hum... não me chamou a atenção esse filme... acho que vou passar pra frente e ver outro...

    ResponderExcluir
  2. Magnum, é você?!? Hehehe! Hugzones!

    ResponderExcluir
  3. Olha que não me lembro de vc escrever: "deu sono".
    Já não tinha gostado muito, agora então ... acho que vou passar ... ou quem sabe, na TV paga, quando rolar, por entretenimento ...

    ResponderExcluir

não será permitido nenhum tipo de discriminação nos comentários assim como nenhum tipo de ofensa ao autor ou aos visitantes. obrigado!

postagens relacionadas