terça-feira, 7 de julho de 2009

romances e tecnologia

no vôo de volta das férias eu assisti ao filme 'ele não está tão a fim de você' (he's just not that into you, 2009). o filme tem um elenco de peso, incluindo ben affleck (demolidor), jennifer aniston (marley e eu), drew barrymore (as panteras), jennifer connely (o dia em que a terra parou) e scarlett johansson (vicky cristina barcelona).

o filme é uma comédia romântica bem leve que fala sobre relacionamentos e suas complicações, como a famosa espera pelo telefonema no dia seguinte. além disso, entra na questão de como cada um interpreta as atitudes do outro à sua maneira, errando ou acertando, antes, durante e após um encontro.

em uma cena, a personagem mary, interpretada pela drew barrymore, comenta sobre um cara que ela conheceu, mas que agora sumiu:

'o cara me deixou um recado na secretária eletrônica do trabalho, então eu liguei pra ele em casa. daí ele me mandou um email para o meu blackberry e então eu mandei um torpedo pro celular dele. agora você tem que ficar checando em todos esses diferentes canais para se certificar que foi rejeitada através de sete tecnologias diferentes. isso cansa!'

eu não tinha pensado nisso. antes a questão era um telefonema no dia seguinte. hoje em dia, pode ser um telefonema, um email, uma mensagem no orkut ou no twitter, um torpedo, um recado na secretária eletrônica ou até uma postagem num blog. se a pessoa não estiver mesmo segura de si, ela vai precisar de ficar checando cada lugar para ver se a outra pessoa mandou mensagem. realmente deve cansar.

esse lance da ansiedade é algo que precisa ser trabalhado na gente. às vezes conhecemos alguém que dá vontade de ficar conhecendo mais e mais. o problema é que ansiedade pode assustar a pessoa e também não permitir que você se dê o tempo necessário para conhecê-la e vice-versa.

talvez o melhor a se pensar é que nesse mundo cheio de tecnologias diferentes, se a pessoa quiser mesmo se comunicar e te reencontrar, ela não vai ter dificuldades.

12 comentários:

  1. mas esse lance de ansiedade é um problema sériooo...a maioria das pessoas é ansiosa por demais! Eu sou uma delas... mas... hauhauhau tento me controlar.
    Já tinha ouvido falar desse filme, mas ainda não assisti...valeu pela dica
    beijokas

    ResponderExcluir
  2. Um bom remédio pra essa tal ansiedade é respirar, expirar, respirar...profundamente pra não engolir o ar como se engole a vida.
    Apareça no Retinas Urbanas, tenho sentido a sua falta!
    Beijo

    ResponderExcluir
  3. BOA!
    Sempre fomos ansiosos, mas, agora, a velocidade aumentou e isso é um problema. Estamos 100% conectados e isso vicia.
    Já tive um smartphone e sinceramente, não tenho maturidade para tal, heheehh

    ResponderExcluir
  4. Eu sofro de ansiedade assim como 99,9% das pessoas desse planeta, to aprendendo a me controlar, ás vezes essa ansiedade, não nos faz perceber coisas simples, ou voc~e ir atropelando as coisas , não dando o tempo ao tempo!
    Já tinha ouvido fala desse filme , dizem que é super engraçado, me deu vontade de ver:D

    To seguindo ;)

    ResponderExcluir
  5. Eu adorei esse filme, é um pouco "filme de menina", pois a maioria das cenas é contada sob o olhar feminino.
    Eu acho que não custa um alô no dia seguinte, é uma forma de carinho, de respeito, e não indica que precisem casar! rs
    Mas nem sempre é isso que acontece...nem sei se por medo, por sacanagem, por pouco caso...
    Mas é muito triste que um casal que se "desejou" ontem, hj não dê nem pra dizer um oi!

    ResponderExcluir
  6. A paranóia tinha que acompanhar também a revolução tecnológica.

    Abração...

    ResponderExcluir
  7. Tive saudade de ler você.


    .


    Eu odeio todos esses meios de comunicação, às vezes.
    Mais atrapalha do que ajuda. Ficou mais fácil saber tudo a respeito do outro, sem nem precisar de um novo encontro.
    E esse filme é muito bom. =)


    Beijo, lindo!

    ResponderExcluir
  8. Ah... que bom que vc está de volta. Aliás, viajar é ótimo, mas não existe nada melhor voltar pra casa! Eu adoro.... eu costumo deixar a minha casa bem arrumadinha, antes de sair de viagem, como se e fosse receber alguém muito especial, manja? Daí quando eu volto, é tão gostoso... tão aconchegante...

    Mas ó... vc deveria experimentar correr na terra, é mais pesado um pouco, porque tem mais atrito, mas é bom... recomendo!

    ResponderExcluir
  9. O aumento das tecnologias só faz aumentar o grau de rejeição ou de confirmação. No caso da Mary rejeição, a cena da secretária é mt hilária msm, vale a pena ver o filme! Abçs!

    ResponderExcluir
  10. Será que vc escreveu pra mim?
    kkkk
    Tem dois dias que olho o celular todo minuto pra ver se tocou e eu nao ouvi, kkkk
    olho o orkut, entro no msn, nem.......
    isso cansa!kkk

    ResponderExcluir
  11. Hua, kkk, ha, ha, eu nunca tinha pensado nisto, mas tem tanta forma de procurar uma respota de um sim (ou não) de um investimento romantico...

    Fique com Deus, menino Railer.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  12. realmente um interessado: "não terá dificuldade de encontrar".
    Ansiedade de mais assusta sim, já foi assustada e já assustei. :$
    Na aciedade as pessoas fazem coisas sem pensar... e tende a dar tudo errado.
    Às vezes parece bom, na verdade, aquele pensamento negativo de não esperar a ligação (torpedo, scrapt, e-mail, mensagem...): ou vc não se decepciona, ou vc tem uma surpresa legal.

    O TEXTO FOI ÓTIMO. =)

    ResponderExcluir

não será permitido nenhum tipo de discriminação nos comentários assim como nenhum tipo de ofensa ao autor ou aos visitantes. obrigado!

postagens relacionadas