segunda-feira, 12 de maio de 2008

os novos monstros

ontem no jornal 'o globo' saiu uma reportagem sobre como o crime envolvendo a menina isabella nardoni tem chamado a atenção de crianças e como estas estão impressionadas, algumas inclusive querendo acompanhar as notícias sobre o caso (isso quando os próprios pais não envolvem a criança, chegando a levá-las para ver os acusados como já comentei aqui).

a reportagem trata de crianças de 4 a 8 anos que têm surpreendido pais, avós e professores com perguntas e discussões a respeito do que houve. o melhor, nessa hora, é falar a verdade com a criança e deixar que ela explicite o que pensa e o que está sentindo. fugir do assunto não adianta, pois ele tem surgido em todas as conversas.

e com isso, a figura da madrasta má, que já tinha sido deixada só para os contos de fadas, como cinderela, voltou com força total no imaginário infantil. algumas crianças estão com medo de os pais se separarem e elas passarem a ter madrasta/padrasto. ou ainda, aquelas que já vivem essa situação de terem pais/mães de um segundo casamento, chegaram a questionar se estes teriam coragem de jogá-las pela janela.

além da questão da madrasta, tem também a questão da figura do pai. ele que deveria ser herói e passar segurança e tranqüilidade, de repente mostra-se o contrário. tudo porque a história aconteceu dentro de casa, em uma família, lugar onde teoricamente a criança espera proteção.

mais uma vez a melhor saída é o diálogo, é escutar o que a criança tem para falar, seus questionamentos e dúvidas. e mostrar a elas o verdadeiro papel dos pais, fortalecendo essa relação e fazendo-as se sentirem verdadeiramente queridas e amadas.

e pensar que a gente quando era criança tinha medo do bicho-papão ou do monstro no armário. e nem imaginava que tinha coisa pior.

3 comentários:

  1. a situação e bastante complexa... ontem o delagado disse que o cara é uma "parede fria". noto que as crianças estão realmente incomodadas com o assunto. é tudo muito triste...

    ResponderExcluir
  2. O erro é dos pais que deixam as crianças assistirem esse circo na Tv, claro que não tem como evitar que eles ouçam. Mas deixar um filho sentado vendo a transmissão ao vivo já é demais. bjs

    ResponderExcluir
  3. Sei lá de quem é o erro. O fato é que o que acoteceu é realmente desconcertante para nós adultos e quem diria para as crianças.
    Realmente existem monstros muito piores que o biho papão. Acho muito triste isso... que mundo nossos filhos, sobrinhos e afilhados têm conhecido...
    Bijos

    ResponderExcluir

não será permitido nenhum tipo de discriminação nos comentários assim como nenhum tipo de ofensa ao autor ou aos visitantes. obrigado!

postagens relacionadas