segunda-feira, 2 de junho de 2014

os homens são de marte...

baseado na peça de mesmo nome e que ficou em cartaz no brasil por muitos anos, estreou no último final de semana o filme 'os homens são de marte e é pra lá que eu vou', contando a história de fernanda, uma mulher de quase 40 anos que organiza festas de casamento, mas continua solteira e vive em busca de amor.

a peça era um monólogo da atriz mônica martelli, como se ela estivesse contando todos os casos para seu terapeuta. no filme ele não aparece, mas os personagens que ela mesma descrevia (e interpretava) estão presentes, como os amigos nathalie (daniele valente) e aníbal (paulo gustavo), além dos vários pretendentes que vão, cada um à sua maneira, marcar a protagonista.

eu já tinha visto a peça duas vezes e posso dizer que o filme ficou fiel à história e bem divertido. muitas vezes a ansiedade e o nervosismo nos impedem de ver certos sinais em um encontro, fazendo a gente criar expectativas tão grandes que vão se converter em frustrações de igual tamanho. ou mesmo até nos fazem ver sinais que nem existem mas nós gostaríamos muito que fossem verdade.

na busca por um amor as coisas precisam ser leves, tranquilas e acontecerem no seu devido tempo, sem forçar a barra. as situações vividas por fernanda mostram muito isso, como a gente se fere quando deixa a carência tomar conta e se anula por causa de outra pessoa. amor próprio é uma coisa que todos devemos sempre praticar.

6 comentários:

  1. Então, pela sua descrição eu preciso muito assistir esse filme para aprender como é que se encontra o amor; não que eu esteja procurando ainda, mas só pra saber mesmo. Vou levar um caderninho pra anotar.

    ResponderExcluir
  2. Eu quero ir assistir esse filme, as cenas que eu vi me pareceram muito engraçadas.

    Sem falar que o tema é ótimo e sempre rende boas discussões.

    Abração.

    ResponderExcluir
  3. @foxx, não há receita. mas há boas estratégias para você se preparar para quando o amor chegar.

    @latinha, veja sim!

    ResponderExcluir
  4. Confesso que me dá uma certa preguiça da Monica e do Paulo, apesar de gostar dos dois e ter ido ver o monólogo, ando achando uma mesmice sem fim o que eles andam fazendo.

    ResponderExcluir
  5. Acho que tô na mesma vibe do Marcão aí em cima... mas provavelmente vou acabar assistindo! Hugzão!

    ResponderExcluir
  6. Li uma matéria ontem numa revista sobre esse filme. Deve de ser hilário. Vou assistir. Abraços querido!

    BLOG | FAN PAGE | INSTAGRAM | YOUTUBE

    ResponderExcluir

não será permitido nenhum tipo de discriminação nos comentários assim como nenhum tipo de ofensa ao autor ou aos visitantes. obrigado!

postagens relacionadas