sexta-feira, 9 de maio de 2014

nova cara

qual a cara do hiv/aids? no brasil, é fato que a imagem mais marcante é a do cazuza em seu momento terminal e isso contribuiu para uma imagem negativa dos soropositivos, além da associação da aids com os gays, impacto causado principalmente pela falta de informação.

já comentei no blog algumas vezes (tema hiv/aids) que, com o avanço da medicina, há remédios que controlam a carga viral e permitem que as pessoas tenham qualidade de vida. mesmo assim é preciso sempre se cuidar e usar camisinha, pois o vírus continua por aí infectando cada vez mais pessoas.

uma fotógrafa e cineasta, jo ann santangelo, resolveu quebrar o paradigma e mostrar como são e como vivem hoje os portadores do vírus hiv. por um ano ela visitou 16 pessoas soropositivas em austin, no texas/eua, registrando uma realidade diferente daquela quando a aids surgiu.

o projeto é composto de fotos e também um mini documentário através de entrevistas com homens e mulheres, de várias idades, perfis e orientações sexuais, mostrando que não existe 'grupo de risco'. pessoas contaminadas há anos, vivendo normalmente e de forma saudável (vale lembrar que o fato de ter o vírus não torna ninguém 'doente').

o projeto "austin faces aids: portraits of people living with hiv and aids" foi feito como parte do aids services of austin. além do vídeo geral, há outros com a história de cada pessoa. vale conhecer e tomara que o projeto sirva para diminuir o preconceito que ainda existe. 

3 comentários:

  1. Tem que mostrar essa postagem lá no ministério da saúde e Anvisa pra gente poder doar sangue sem mentir.

    ResponderExcluir
  2. O preconceito e a ignorância persiste na mentalidade de muitos...

    ResponderExcluir
  3. Bahhhhh... direto no rim... hehe! Muito bom e concordo com os gurizes acima!

    ResponderExcluir

não será permitido nenhum tipo de discriminação nos comentários assim como nenhum tipo de ofensa ao autor ou aos visitantes. obrigado!

postagens relacionadas