quarta-feira, 19 de setembro de 2012

o que você faz da vida?

quando alguém nos pergunta o que a gente faz da vida, a gente sempre responde com nossa profissão. por que isso? de onde surgiu essa questão de que temos que nos definir através do trabalho?

eu, por exemplo, poderia dizer: escrevo um blog, pratico corridas, faço aulas de francês, leio bons livros... mas por que a questão do trabalho é mais forte?

seria porque assim mostramos que a gente é útil de alguma forma? ou seria porque quem pergunta na verdade quer é saber como pagamos nossas contas?

estudantes não trabalham, mas parece que ser estudante é aceitável, pois a pessoa está construindo algo (normalmente) e tem alguém investindo nela. não falar do trabalho pode parecer que a pessoa então não trabalha e, assim, está desocupada, sem produzir, sem criar nada (e sem pagar as contas).

mas esse tipo de valorização é certo? o mais importante que você faz da vida não poderia ser algo fora da profissão e que muitas vezes diz mais sobre você mesmo?

29 comentários:

  1. Fala Railer, valeu pelo comentário, mas não estou mais usando o blogger, to com o wordpress agora.

    Dá uma conferida:

    Abraços,

    Victor Caetano

    Acesse:corridaurbana.com.br

    ResponderExcluir
  2. bem pensado.
    eu acho estranho, por exemplo, o cara se denominar corredor, nadador, ciclista, triatleta ou afins.
    Por que não se chamam escovadores de dentes?

    ResponderExcluir
  3. nao tinha pensado nisso, na verdade parece que se a gente falar por exemplo que e mae ou dona de casa, as pessoas vao torcer o nariz , dai a gente fala que e secretaria, medica, dentista, etc...rsss mt maluco isso, bjs

    ResponderExcluir
  4. Interessante é vdd, antes me sentia constrangida em dizer que era dona de casa, pois muitos pensam que isso é não fazer nada affff, gostei demais da sua reflexão.

    ResponderExcluir
  5. Muito pertinente railer. Eu, por exemplo, não trabalho. mas rapaz... acho que poucos fazem o que faço. No entanto, se falo que não trabalho, pensam logo "que pena", poderia produzir tanto!!!
    Abraços

    ResponderExcluir
  6. é verdade Railer... concordo...

    Minha mãe por exemplo é contabilista, mas ela odeia a profissão, acredito que pintora ou pianista retratem melhor ela... e muitas outras pessoas...

    Estamos habituados a rotular as pessoas pela profissão que exercem...

    ResponderExcluir
  7. Algus podem até me taxar de "esquerdista" (mais um rótulo), mas a verdade é que isso é fruto da sociedade capitalista, que põe à fina força na cabeça das pessoas que elas são o que produzem, ou seja, o trabalho é que as define. Daí que algumas atividades, como cuidar da casa, não são "bem vistas", pois não são "produtivas" (ao menos, não nos moldes capitalistas). Em outros tempos, em outros sistemas de produção, trabalhar era uma desonra.

    Mas até que nos últimos anos as coisas vem mudando um pouco. Hoje em dia é meio "xique" dizer que, além da sua profissão, você tem um blog, mesmo que ele não traga dinheiro.

    Abraço, Railer.

    ResponderExcluir
  8. hehehe
    meu sonho é responder: sou herdeiro. qualquer dia faço isso. haahuahauahau
    a pessoa me pergunta e eu digo: sou herdeiro, tow esperando meu pai morrer pra ficar rico. kkkkkkkk

    brincadeiras a parte, realmente, tem tanta coisa mais q eu faço da minha vida né?

    ResponderExcluir
  9. ✫. `⋎´ ✫❤✫..
    (⁀‵❤⁀,) ✫✫✫Boa tarde pra você✫.❤
    Ser amigo e desejar o melhor para o outro, é um dom de Deus.
    Por isso elogio o que vc tem na sua
    postagem hoje,gosto de fazer visita, e adoro receber seu carinho
    Agradeço pela bela amizade sempre
    querida, deixo um abraço carinhoso
    com esse post gostoso de ler
    Bjusss
    Rita!!!
    (⁀❤‵⁀,) ✫✫✫..! ♥
    .`⋎´✫✫¸.•°*”˜˜”*°•.✫❤
    ✫¸.•°*”˜˜”*°•.✫❤✫

    ResponderExcluir
  10. É uma das escrotices da sociedade que às vezes passam até batidas...

    ResponderExcluir
  11. Com certeza, no meu caso, o que faço como hobby me torna muito mais interessante e me define mais do que a minha profissão ...
    Abraço !! Bom finde !!

    ResponderExcluir
  12. @victor, já fui lá visitar seu blog novo. gostei. abraços!

    @xampa, é por aí...

    @lea, outro dia o assunto surgiu pra mim num texto da aula de francês, acredita?

    ResponderExcluir
  13. @patricia, obrigado! volte sempre ao blog!

    @margot, isso é muito estranho e injusto, não é?

    ResponderExcluir
  14. @aline, infelizmente é um hábito que precisamos mudar.

    @fábio, gostei da sua reflexão. mas mesmo a dizendo que faz outras coisas, a gente tem que dizer o que faz pra garantir o sustento, não é mesmo?

    ResponderExcluir
  15. @foxx, isso mesmo, a gente faz é muita coisa!

    @rita, obrigado pelo carinho.

    @raphael, verdade, faz pouco tempo que parei pra pensar nisso e daí resolvi transformar em postagem.

    ResponderExcluir
  16. @marcos, agora fiquei confuso. qual seu hobby e qual sua profissão? rs

    ResponderExcluir
  17. Hahaha !!! Trabalho com finanças (olha que nada a ver) e tenho como hobby e trabalhos eventuais, fotografia e paisagismo, mas não dependo dos hobbys pra sobrevivência ... por enquanto, planos pro futuro em andamento ...
    Abraço e bom finde queridão !

    ResponderExcluir
  18. @marcos, eu não fazia ideia mesmo. uau. bem diferente! hehe
    abraços e bom fim de semana pra você também!

    ResponderExcluir
  19. assim como o Marcos eu tb "trabalho com finanças". Ai a pessoa acha q sou corretor na bolsa, saco tudo do mercado de ações e investimentos, etc. um erro mto comum de acontecer

    Qto a sua pergunta, acho q as pessoas na verdade querem saber qual o nosso status social e assim saberem se estão "acima ou abaixo" da gente. só uma suposição.

    abs

    ResponderExcluir
  20. I couldnt have said it any better to be honest! keep up the awesome work. You are very talented & I only wish I could write as good as you do :) …

    ResponderExcluir
  21. @david, você colocou um ponto que eu acho que é verdade também. bem interessante.

    ResponderExcluir
  22. Ótimo ponto de vista, excelente sua definição, descrição, infelizmente as pessoas querem mesmo é saber como pagamos nossas contas...
    Abraços!

    ResponderExcluir
  23. Olá! Sabe, prefiro pensar que as pessoas nos fazem essa pergunta por pura curiosidade, como uma maneira de tentar nos conhecer, mais ou menos como: qual o seu sabor de sorvete predileto? Eu mesmo adoro descobrir em pessoa que eu menos esperaria, "valores artísticos"! Bom, acho que na próxima vez que alguém me perguntar o que faço da vida, responderei: Faço minhões de desenhos e de vez em quando, penso em ser arquiteto! que tal a resposta? rsrs

    ResponderExcluir
  24. @ro fers, obrigado.

    @pequeno peixe, será que é só curiosidade mesmo? tenho minhas dúvidas...

    ResponderExcluir
  25. Muito bom seu questionamento! é muito mais interessante você falar sobre seus gostos e práticas, do que se limitar que trabalha com isso ou aquilo. Virou um "protocolo" social se apresentar assim... Abs

    ResponderExcluir
  26. Eu sempre respondo - para espanto do interlocutor - que FAÇO FESTA. Pura verdade!!!! Hehehe! Hugz!

    ResponderExcluir
  27. @mário, obrigado. esse protocolo é que precisa ser revisto.

    @fred, só quero saber quando serei convidado pra alguma...

    ResponderExcluir
  28. Como se toda a essência do ser se resumisse ao que ele faz para ganhar o pão.. Ou que esse seja o aspecto mais importante— o quê para alguns é mesmo. Isso mostra como a humanidade em geral está cada vez mais dando importância ao dinheiro e às aparências. E na minha opinião isso se reflete de forma mais expressiva no mundo gay.

    ResponderExcluir

não será permitido nenhum tipo de discriminação nos comentários assim como nenhum tipo de ofensa ao autor ou aos visitantes. obrigado!

postagens relacionadas