quinta-feira, 10 de julho de 2008

o cão e a lebre

recebi esta fábula por email, de um autor desconhecido. ela aborda a questão da motivação e como ela pode nos afetar no desempenho de nossas tarefas. você já parou pra pensar o que te motiva em seu trabalho ou nas suas atividades do dia-a-dia? qual o sentido das coisas que você faz?

"um cão de caça espantou uma lebre para fora de sua toca mas, depois de longa perseguição, ele parou a caçada.
um pastor de cabras, vendo-o parar, ridicularizou-o dizendo:
- aquele pequeno animal é melhor corredor que você.
o cão de caça respondeu:
- você não vê a diferença entre nós. eu estava correndo apenas por um jantar mas, ele, por sua vida."

moral da história:
o motivo pelo qual realizamos uma tarefa
é que vai determinar sua qualidade final.


aprendi que ninguém motiva ninguém, já que o motivo nasce de nossas necessidades ou desejos internos. e você não consegue criar isso dentro de alguém. mas você pode despertar isso nas pessoas, orientando-as no sentido de buscar seus próprios fatores de satisfação. taí um bom exercício, inclusive se você executa algum papel de liderança de pessoas.

pretérito perfeito: surpresa na areia

4 comentários:

  1. Como escreveu o sociólogo Roberto Freire, "sem tesão, não há solução". É preciso estarmos sempre apaixonados, motivados para nos lançar-mos em busca de nossas metas e objetivos. Tal força motriz encontra-se no âmago de cada um. O segredo é qual chave usar para abrir a porta certa. Este é o caminho individual que temos que percorrer. Beijo grande!

    ResponderExcluir
  2. Com certeza a motivação somos nós que fazemos, assim como a interpretação do que nos acontece.

    Muito bacana a fábula!

    Bom fim de semana!
    abração!!

    ResponderExcluir
  3. ótimo post!
    faz todo o sentido!
    dependendo da causa q você luta, seus motivos são muito mais justificáveis, qnt maiores as jutificativas maior a intensidade com que vc luta!

    ResponderExcluir
  4. ótimo post!
    faz todo o sentido!
    dependendo da causa q você luta, seus motivos são muito mais justificáveis, qnt maiores as jutificativas maior a intensidade com que vc luta!

    ResponderExcluir

não será permitido nenhum tipo de discriminação nos comentários assim como nenhum tipo de ofensa ao autor ou aos visitantes. obrigado!

postagens relacionadas