sexta-feira, 18 de abril de 2014

milha verde

vale a pena!

baseado no livro de mesmo nome, primeiramente intitulado o corredor da morte (que foi lançado em seis fascículos e posteriormente em edição compacta), o filme 'a espera de um milagre' (the green mile, 1999) é uma das mais fiéis adaptações de stephen king para o cinema.

um incidente leva o velho paul edgecomb (dabbs greer, de con air) a relembrar o tempo em que cuidava do corredor da morte na penitenciária. naquela época ele (tom hanks) convivia com homens que tinham seus dias contados, aprendendo a valorizar o pouco de vida que restava.

tudo muda quando a prisão recebe o condenado john coffey (michael clarke duncan), o enorme sujeito que guarda dentro de si um segredo que transformará a vida do policial, levando-o a refletir se o prisioneiro é culpado ou não do crime que o colocou ali.

uma história extraordinária que nos ensina que milagres podem acontecer a qualquer momento, em qualquer lugar. mas o problema é enxergá-los e acreditar neles. uma obra-prima!

é interessante e doloroso notar a situação dos prisioneiros antes de sentarem na terrível cadeira elétrica, conhecida como "a velha faísca". cada um dentro de seus próprios princípios, dentro de sua própria religião, tem a esperança de que através de seu arrependimento, seus erros sejam perdoados e eles possam se sentir melhores na hora final.

a trama se passa basicamente dentro do corredor da morte, "a milha verde" (referência à cor do chão da prisão). as cenas das execuções são arrepiantes e fortes e o tom sobrenatural das obras de stephen king está presente.

o filme foi indicado a quatro categorias do oscar incluindo melhor filme, roteiro adaptado (escrito pelo próprio diretor) e ator coadjuvante (duncan). não se incomode com a duração pois você será presenteado com momentos incríveis, que vão te deixar refletindo bastante enquanto os créditos estiverem rolando tela acima.
"quando eu morrer e estiver de frente a deus aguardando julgamento e ele me perguntar por que eu deixei um de seus milagres morrer, o que eu vou dizer, que estava fazendo meu trabalho?" (paul edgecomb)

3 comentários:

  1. Esse filme é muito bonito mesmo, e como você bem disse: "vale a pena".

    Eu também gosto muito do outro filme desse diretor "Um sonho de liberdade", que me sensibilizou bastante.

    Grande abraço!.

    ResponderExcluir
  2. latinha, 'um sonho de liberdade' também é baseado em obra do stephen king (the shawshank redemption). eu já li e posso dizer que o filme ficou muito fiel.

    frank darabont é muito bom em adaptar as obras do king!

    ResponderExcluir
  3. Esse é MARAVILHOSO mesmo! Vale sempre rever! Hugz!

    ResponderExcluir

não será permitido nenhum tipo de discriminação nos comentários assim como nenhum tipo de ofensa ao autor ou aos visitantes. obrigado!

postagens relacionadas