segunda-feira, 16 de setembro de 2013

desafios e ondas

"de acordo com as estatísticas, um milhão de surfistas são gays.
por que então não ouvimos falar deles?"
partindo dessa pergunta, é iniciada uma jornada a fim de pesquisar onde estavam os surfistas gays. o resultado disso é o documentário 'out in the line-up', de thomas castets e ian thomson.

foram entrevistados vários surfistas, jornalistas e psicólogos, homens e mulheres, a fim de entender como essa questão e esse tabu da homossexualidade no surf é enfrentado. qual seria o posicionamento das marcas caso a palavra 'gay' se associasse ao esporte? e se surfistas profissionais se assumissem publicamente, poderiam perder patrocínios e oportunidades na carreira?

uma das entrevistadas compara os surfistas gays a 'unicórnios', figuras mágicas de quem todo mundo ouviu falar mas ninguém nunca viu. não é fácil lidar com o medo, a angústica, a rejeição... mas se surge um grupo que aceita a todos e os faz se sentirem incluídos, tudo muda. e o resultado nesse caso foi a criação da comunidade gaysurfers.net.

o oceano é infinito, sinônimo de paz e liberdade. mas é também um lugar para encarar desafios e ondas. ali há espaço para todos conviverem em harmonia. basta apenas que exista respeito.

previsto para estrear em dezembro, o documentário está em produção e precisa de doações para ser concluído. quem quiser e puder ajudar, veja mais informações no site oficial do projeto.



9 comentários:

  1. Railer:

    O pessoa antenada viu...gente a gente precisa achar um meio de conversar mais, agora me dei um celular chiquedelindu..tem um monte de recursos...rs quero manter mais contato com você hein.

    Bacanérrimo o projeto, bom que desmistifica muita coisa, né?rs

    Linda semana querido.

    Beijo.

    ResponderExcluir
  2. Nada como se sentir livre ... ainda demora pra cairem todos os muros !
    Legal o projeto !
    Boa semana !

    ResponderExcluir
  3. Passado na parafina... hehehe! Show esse projeto, Railerzito!
    E dessa vez não te convidei pra festa pq eu era somente convidado, viu?! Hehehe! Mas pode deixar que ainda vai rolar... Hugzão!

    ResponderExcluir
  4. Belo projeto. É preciso. Liberdade para sermos verdadeiros em tudo! Mas pra isso, é preciso coragem.

    Ah, todo mundo sabe, né?!! Gays não estão em lugar algum, gays não fazem parte deste mundo, né não? Gays nunca são surfistas, gays não são jogadores de futebol, basquete ou vôlei, gays não são corredores de fórmula um, gays não são padres nem pastores, gays não são políticos nem juízes... Enfim, nós não existimos!

    Que seja difícil assumir em meios mais homofóbicos, é compreensível, mas que los hay, hay, uai.

    Beijos assumidos, na praia!

    ResponderExcluir
  5. @edilson, querido, obrigado. espero que seu novo aparelho seja um smartphone! instale logo o whatsapp e vamos manter mais contato ainda!

    @marcos, demora, mas de pedrinha em pedrinha chegamos lá.

    @daniel, será?

    ResponderExcluir
  6. @fred, eu entendi, sem problemas! projeto muito bom mesmo.

    @alex, coragem e união. como foi colocado, estão em todos os lugares, mas por pressões, inclusive do mercado de trabalho, a coisa não é dita, então é como se não existisse.

    ResponderExcluir
  7. Muito bacana!!!

    Infelizmente há preconceito e tabus em praticamente tudo, "surf é coisa pra macho, Balé é coisa de viado", e na realidade tem que ser muito macho pra fazer os dois, inclusive muitas mulheres assim como diz a música ♪são mais macho que muito homem♫... A vida é lugar de liberdade e de amor... As pessoas perdem tempo demais com rótulos... Adorei a iniciativa, e é bom saber que aos poucos a gente vai mudando...

    Beijo grande...

    ResponderExcluir
  8. @karlinha, que bom que você curtiu! tomara que o projeto se torne realidade e mais pessoas possam conhecê-lo.

    ResponderExcluir

não será permitido nenhum tipo de discriminação nos comentários assim como nenhum tipo de ofensa ao autor ou aos visitantes. obrigado!

postagens relacionadas