sexta-feira, 13 de setembro de 2013

autocontrole e marshmallows

existe um estudo envolvendo autocontrole e marshmallows, 
feito por walter mischel, da universidade de stanford, que vale a pena ser comentado.

crianças de 4 a 6 anos eram colocadas sozinhas numa sala, de frente para um pratinho contendo um marshmallow. elas eram instruídas de que poderiam comer o doce mas, se esperassem o orientador retornar, elas ganhariam outro e poderiam comer os dois.

após 15 minutos o orientador retornava para ver o resultado. 2/3 das crianças não conseguiram esperar e comeram o marshmallow. mas aquelas que esperaram tiveram seu prêmio.

muitos anos depois essas crianças foram analisadas. todos que souberam esperar e tiveram autocontrole eram pessoas mais confiantes e bem sucedidas. elas tinham essa competência de saber esperar, que têm a ver com disciplina, tranquilidade, paciência e visão de longo prazo.

hoje em dia vejo gente ansiosa e que preza a satisfação imediata, seja com comida, com uma caixa de bombons ou com relacionamentos. será que passariam num teste desses?

saber esperar é importante e, claro, tem suas recompensas.
veja abaixo o vídeo do experimento.


11 comentários:

  1. e o desespero de alguns, mt interessante, acho que ate alguns adultos se fizessem esse teste não resistiriam, rss bjs

    ResponderExcluir
  2. Em tempos de ansiedade, gratificação imediata sobrepuja a visão a longo prazo. A nossa "classe" que o diga, que de prazer imediato em prazer imediato passam a vida sem saber construir!
    Linda percepção Railler!
    bjs

    ResponderExcluir
  3. Hoje parece regra esse imediatismo !
    Tô na turma que sabe esperar ... ainda bem !!
    Abraço !!

    ResponderExcluir
  4. eu não gosto de marshmallow.
    #comofas?

    ResponderExcluir
  5. Muito interessante. Conhecia a ideia, mas não que se pudesse detectar tão cedo essa característica na pessoa.
    Estou mais entre os ansiosos, sou uma comprovação da teoria! Pessoas que são capazes de adiar o prazer conseguem mais facilmente seus objetivos. Os muito ansiosos como eu, nem mesmo objetivos conseguem construir, e correm atrás do gozo iminente, sem usufruir.
    Hoje em dia, com tanto imediatismo, imagino que seria ainda mais difícil.
    Será bom o dia em que as crianças ansiosas pudessem ser educadas. Sem eliminar a ansiedade, que creio ser uma característica própria, e também bela, compontente da diversidade humana, mas pelo menos controlar quando necessário...

    P.S. Pensando no que fazemos aqui: um blog bom, pra mim, é, como o seu, um blog que, entre outras características, nos convida a pensar!
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Poxa adorei esse post, ver as carinhas de vontade, até ri deles
    foi uma espera alucinante e a vontade de atacar é brava né rsrsrsr
    Faz tempo que não te visito, mas hj vim eixar um abraço com carinho de sempre

    Bjuss de um dia feliz

    └──●► ¸.·*´¨) ¸.·*Rita!!

    ResponderExcluir
  7. Interessante, mas estou estudando estatística e esse tipo de pesquisa em que o voluntário sabe o que vai acontecer e onde o pesquisador tem controle total sobre o que está sendo pesquisado é bem sujeita a erros aleatórios e mudança de comportamento artificiais.
    Mas nem eu ainda entendi isso direito. :P

    ResponderExcluir
  8. Hahahaha! Muito show esse vídeo, guri! 'Dorei! Hugzitos!

    ResponderExcluir
  9. @lea, alguns adultos não resistem a testes até mais simples!

    @jose antonio, muito boa sua análise. é por aí mesmo, infelizmente.

    @marcos, isso hoje em dia é uma virtude!

    ResponderExcluir
  10. @foxx, tenta fazer o teste com outro doce.

    @alex, bem colocado, saber controlar é importante. obrigado pelo elogio!

    @rita, saudades! volte sempre!

    ResponderExcluir
  11. @daniel, estatística? estudei na universidade, mas confesso que não me lembro disso aí que você citou...

    @fred, que bom! abraços!

    ResponderExcluir

não será permitido nenhum tipo de discriminação nos comentários assim como nenhum tipo de ofensa ao autor ou aos visitantes. obrigado!

postagens relacionadas