quarta-feira, 10 de outubro de 2007

eu vi tropa de elite. e você?


fui ao cinema ver tropa de elite, filme sobre o qual já tinha comentado aqui.

o filme realmente é muito bom (o boca-a-boca positivo já comprovava isso), mas pra gente que mora no rio de janeiro é muito forte, uma realidade muito dura.

as diferentes faces da polícia são exibidas no filme, mostrando desde a corrupção da polícia militar até os pesados treinamentos do batalhão de operações policiais especiais. e é possível ver o caos em que a polícia está metida, como afirmou o ator wagner moura, que interpreta o polêmico capitão nascimento. escolhido para chefiar uma operação relacionada ao papa no morro do turano (considerada pelo capitão uma idiotice), ele tem que cumprir sua obrigação ao mesmo tempo em que procura um substituto para aliviá-lo de todo estresse que sofre à frente do batalhão. além de querer tempo para estar com seu bebê recém-nascido.

muita discussão foi e está sendo gerada por causa do filme. qual a melhor saída para o problema de violência e segurança pública? será que a solução é realmente a força e a repressão? ou a educação, saneamento básico e mais oportunidades são coisas que deveriam estar em primeiro plano para ajudar a solucionar essa crise?

o que você acha?

2 comentários:

  1. tortura nao!

    policiais torturando nao!

    nao vi o filme ainda...
    mas li o livro...Elite da Tropa

    ResponderExcluir
  2. Acho realmente uma coisa complicada e ainda não cheguei á uma conclusão quanto ao que é melhor e ideal para o problema vivido no Rio de Janeiro (e em outras grandes capitais), com o tráfico de drogas por um lado e o caos e desonestidade da polícia por outro.
    Acho triste, mas uma coisa eu sei: na situação em que as coisas estão, ações de promoção de saúde, educação e melhoria das condições de vida, sozinhas, não serão suficientes. Acho que são fundamentais para estruturar as próximas gerações, mas o que fazer com o caos já instalado?
    Acho que sim, é preciso um pouco de repressão.
    Antes disto, é preciso um movimento de limpeza na polícia para ela cumpra realmente seu papel. Fiquei um pouco feliz pensando que realmente existem grupos de policiais que não são aliados dos bandidos.
    Também não sou a favor de tortura.. nem de tortura de bandidos nem de tortura de qualquer ser humano. Mas me pergunto se realmente é possível deter o problema sem uma dose forte de violência. Me pergunto... não sei a resposta.
    Ás vezes, os remédios também maltratam. A quimioterapia é, de longe, a medicação mais indicada pois tem efeitos colaterais muito violentos, mas é o único remédio que ainda pode deter ou amenizar o câncer.
    Como eu disse, é uma questão complicada e acho que não podemos ser mais tão inocentes ao analisá-la.

    ResponderExcluir

não será permitido nenhum tipo de discriminação nos comentários assim como nenhum tipo de ofensa ao autor ou aos visitantes. obrigado!

postagens relacionadas