segunda-feira, 21 de outubro de 2013

bullying

na última semana o programa globo repórter falou de bullying. apesar de a palavra ser relativamente nova, seu significado é antigo e o ato acontece faz tempo. a diferença é que hoje em dia a coisa se estende e não tem fim, já que continua online, nas redes sociais (cyberbullying), onde os covardes se escondem atrás do anonimato para agredirem os outros.

o programa mostrou casos em escolas, inclusive um deles partindo de uma própria professora, que apelidou um aluno de 'félix', em referência ao personagem gay da novela. mostrou também pessoas com problemas físicos tendo que lidar com chacotas e rejeição, além de casos no ambiente de trabalho e até no esporte.

numa semana em que mais um adolescente tirou sua própria vida por causa disso (ela era chamada de gorda e criticada por um grupo de outras quinze meninas), vale a pena lembrar que além de perseguição e ameaça, bullying também é preconceito, falta de respeito, falta de ética e falta de educação, praticado por pessoas inseguras, que precisam diminuir o outro para se sentirem bem.

cabe principalmente aos pais educar as crianças para que saibam conviver com as diferenças e não pratiquem essa crueldade. muitas vezes esses assédios morais também levam a violências físicas.

em sua última turnê mundial, mdna, a cantora madonna chamou a atenção para o assunto ao mostrar fotos de adolescentes vítimas de bullying por serem gays e que se suicidaram (como brandon bitner) por não aguentar tamanha pressão, agressões e sofrimento (veja vídeo abaixo).

devemos ficar atentos a mudanças de comportamento nas pessoas para identificar e também ajudar a combater o bullying. é importante sempre haver diálogo nas famílias. a solidão da vítima deve ser combatida com muito carinho, compreensão e, acima de tudo, amor.


7 comentários:

  1. Bullying - com perdão da má palavra - é um m*rda mesmo! E não é de hoje que ele existe, nzé?

    PS: gostei da animação pra Gincana... senti firmeza!!! Hehehehe! Hugzão, caro mio!

    ResponderExcluir
  2. Eu vi o programa! Quem não foi zoado na escola, né?! Me intriga ver que isso é um comportamento muito presente em determinada geração.

    Também me assusta ver a dimensão que isso chega nos EUA, a quantidade de suicídios, mas ao mesmo tempo é bacana ver iniciativas como essa da Madonna e do projeto It Gets Better.

    Abração.


    ResponderExcluir
  3. Eu assisti o programa e achei interessante.
    Quem pratica bullyng são pessoas inferiores, que tentam de todas as formas criar vantagens e ter atenção das pessoas.
    Abraços!

    ResponderExcluir
  4. É meu amigo temos que bater muito nessa tecla, pra tentar dar um freio nisso. Acredito que não vai ser fácil, já que tem mais haver com o problema da auto aceitação! E como é difícil os inferiores enfiar a língua no próprio rabo, então e um trabalho árduo acabar com isso!
    Um abraço

    ResponderExcluir
  5. nunca foi e nunca será aceitável! negros, gays, mulheres, pobres, sempre tem alguem para tentar ser melhor que o outro, apenas por ser! sucks!

    ResponderExcluir
  6. Railer:

    Bullying é algo vergonhoso e precisa ser eliminado da nossa sociedade, mas infelizmente sabemos que é algo complicadíssimo de se-lo.

    Beijo querido.

    ResponderExcluir

não será permitido nenhum tipo de discriminação nos comentários assim como nenhum tipo de ofensa ao autor ou aos visitantes. obrigado!

postagens relacionadas