domingo, 11 de julho de 2010

estímulo

ainda criança comecei a me interessar por música mesmo sem nunca ter tido um aparelho de toca-discos. mas as fitas cassete sempre me acompanharam, como eu já contei aqui. a portabilidade começava a fazer parte do universo musical nessa época, através das vitrolas e dos gravadores.

mas levar música numa viagem, por exemplo, era sinônimo de ter que gastar muito com pilhas, sem contar que os aparelhos eram uma bagagem à parte, assim como as fitas e cds. um walk-man necessitava trocar a fita de lado e o disk-man tinha o problema de ficar pulando a música.

os nativos digitais, que formam essa nova geração de consumidores de música, não devem nem imaginar como era isso, já que pra eles sempre existiu um mundo onde ipod e mp3 player solucionam de forma elegante esta questão.

resolvi escrever sobre isso quando peguei meu ipod para correr esta manhã e pensei que, sem música, a corrida fica mais chata. então lembrei daquela época quando correr sem música era a regra, não a exceção, já que não dava pra carregar um peso extra. hoje em dia tem gente que evita música, mas pra mim é um estímulo.

além disso, há djs, como o steve boyett do podrunner, que criam sequências musicais de acordo com a frequência cardíaca que você quer alcançar num determinado exercício. é a tecnologia auxiliando o esporte, contribuindo para que você cuide da saúde de forma prazerosa.

14 comentários:

  1. Houve um tempo que eu pensei que eu simplesmente não gostava muito de música, mas depois que comprei meu PC e pude baixar as MINHAS músicas, percebi que eu simplesmente não gostava das músicas ruins que eu era forçado a ouvir pelos meus irmãos ou pela minha mãe (pagode meloso dos anos 90, É O Tchan, Sertanejo chulo).

    Gosto de ouvir música para relaxar ou extravasar as energias quando estou feliz demais (ou não). :D

    ResponderExcluir
  2. conversamos sobre podrunner antes... muito legal o post.

    ResponderExcluir
  3. Um assunto bem lembrado!

    Adoro música... ainda bem que posso "carregá-la" pra tudo que é canto!

    Beijos.

    ResponderExcluir
  4. Pois é, desde sempre a música dá graça à vida. E agora temos a sorte de podermos aproveitá-la com mais facilidade, até mesmo em atividades "difíceis" (para algumas pessoas).

    Ótimo post. ;)
    Obrigada pelo comentário!

    ResponderExcluir
  5. Não imagino a vida sem uma trilha sonora!
    E sendo ecletico, me permito muitas experiencias musicais, nem todas felizes! Mas correr certos riscos vale a pena!
    Sorte nossa podermos desfrutar desses avanços tecnologicos e favor de nossas cançoes!

    Abs!

    ResponderExcluir
  6. Nossa, admito que me senti velho.. sou da época do diskman hahah! Graças a deus hoje existe o ipod e o mp3 player! \õ/
    Achei muito interessante esse lance da musica eletrônica influenciando na batida cardíaca, muito útil! Musica pra mim significa muito.

    ~Amigo, te espero no meu blog, viu? Beijão!

    *DB*

    ResponderExcluir
  7. eu tinha aquele walk man da sony pesadaum, dpois o disk man como consumia pilhas, eram duas pilhas por CD, dai dpois qndo comecei a ter net, baixava pelo napster na minha net 56kb da AOL, e como demorava. hj agente copia o CD todo antes de terminar de ouvir a primeira musica. e tds essas mudanças em nem 15 anos. abraços

    ResponderExcluir
  8. nossa! to velho! rsrs
    eu era dessa epoca tb... eu pouco mais jovem, claro...
    mas eu tive meu walkman e meu diskman e realmente era horrivelmente caro mante-los funcionando. rs
    hj uso o celular com mp3, ovo musicas direto rsrs
    ainda tenho alguns lp's e uma caixa com k7's... nem tenho onde ouvi-los, mas tem um valor sintimental tão grande pra mim q tenho dó de me desfazer deles... mta coisa da minha infancia me emocionam qdo relembro delas
    apareça por lá no meu blog pra ver uma delas q comentei essa semana ^^
    vc me deve uma visita ;)
    abraços.. sumido

    PS: OVO = OUÇO rsrs
    foi de proposito mesmo tá? ;)

    ResponderExcluir
  9. Musica é sempre um estímulo para o esporte...sempre quando saio de bike penso em ouvir musica, mas acho melhor não, pois sempre pego trechos de trânsito, melhor ficar atento aos barulhos...
    Abraço!

    ResponderExcluir
  10. Estou aqui pra agradecer o comentário lá no blog e dizer que estou de volta após meses inativo ! Eu sou completamente viciado em música ! Não vivo sem ! Sou movido por ela ...
    Abraços .

    ResponderExcluir
  11. otima dica de site e musicas pra corridas..bom para meus treinos... meia maratona do rio ai vou eu, 22 de agosto!

    ResponderExcluir
  12. Que louco isso da sequência musical conforme os batimentos cardíacos!
    Gostei!
    Beijo!

    ResponderExcluir
  13. Bom, eu sou um cara visual. DVDs e Blu-Rays são minha área de expertise.

    Só ouço música no celular mesmo. Não tenho sua ligação com ela. ;))

    ResponderExcluir
  14. Na verdade as músicas NÃO tem relação com os batimentos cardíacos, mas sim com o ritmo da passada, (passos por minuto)com o ritimo da musica em BPM (beats per minute)

    Abraços

    Carlos Eduardo

    ResponderExcluir

não será permitido nenhum tipo de discriminação nos comentários assim como nenhum tipo de ofensa ao autor ou aos visitantes. obrigado!

postagens relacionadas